Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Fórum de Pró-Reitoras(es) de Extensão defende a luta pela educação superior pública em evento nacional
Início do conteúdo da página

Fórum de Pró-Reitoras(es) de Extensão defende a luta pela educação superior pública em evento nacional

  • Publicado: Quinta, 05 de Julho de 2018, 16h18
  • Última atualização em Quinta, 05 de Julho de 2018, 16h18
  • Acessos: 2452

A Diretora de Sustentabilidade e Integração Social da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (PROSIS), Valerie Nicollier, representou a UFSB no 43° Encontro Nacional do Fórum de Pró-Reitoras(es) de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras (Forproex), que ocorreu de 25 a 26 de junho em Natal, Rio Grande do Norte.

O tema do evento foi “Gerir desafios, gerar resultados”. Os principais eixos temáticos discutidos nos Grupos de Trabalho foram internacionalização, indicadores, inserção social na pós-graduação e experiências de curricularização. O evento teve ainda encontros por regionais e reuniões por segmentos (instituições federais, estaduais e municipais).

Como resultados positivos, Valerie Nicollier aponta a retomada do Fórum Baiano de Extensão, um espaço de diálogo em defesa da extensão universitária na Bahia, aberto a todas as IES públicas do estado.

Do evento, resultou também a Carta-Manifesto de Natal, na qual as(os) participantes analisam criticamente o cenário atual e propõem a integração das pautas do Forproex à Frente Nacional de Luta pela Educação Pública. No documento, também há reivindicações de acréscimos no orçamento para extensão universitária e fortalecimento das fundações e agências de fomento à pesquisa, dentre outras demandas.

Um dos destaques apontado pela Diretora de Sustentabilidade e Integração Social da UFSB foi a solicitação de “Garantir a ampliação de recursos para as matrizes Andifes e Conif e para os orçamentos das instituições públicas de educação superior estaduais, com a participação da ABRUEM, a fim de que possam viabilizar a implantação da meta 12, estratégia 12.7, do Plano Nacional de Educação (PNE), o qual prevê a obrigatoriedade de 10% da carga horária do ensino de graduação ser dedicada à execução de ações de extensão.”

Três mulheres foram eleitas para cargos importantes durante o evento: as professoras Ana Lívia de Souza Coimbra, da Universidade Federal de Juiz de Fora, e Márcia Regina Martins Alvarenga, da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, tornaram-se as novas coordenadoras gerais do Forproex, e a professora Maria de Fátima Freire de Melo Ximenes, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi eleita coordenadora da Regional Nordeste.

O Fórum endossou a Declaração Final da III Conferência Regional de Educação Superior para a América Latina e Caribe (CRES 2018), que ocorreu entre 10 e 15 de junho em Córdoba, Argentina, “na luta pela educação superior pública e gratuita como um bem público social, universal e dever do Estado.”

registrado em:
Fim do conteúdo da página