Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > I Encontro de Formação e Educação das Relações Étnico-Raciais é realizado em Itamaraju
Início do conteúdo da página

I Encontro de Formação e Educação das Relações Étnico-Raciais é realizado em Itamaraju

  • Escrito por Malu Carvalho
  • Publicado: Sexta, 23 de Março de 2018, 16h04
  • Última atualização em Sexta, 23 de Março de 2018, 16h24
  • Acessos: 2794

No dia 21 de março, o professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER), Francisco Nunes Neto, e a mestranda e docente do Complexo Integrado de Educação de Itamaraju, Cristiane Cardoso, organizaram o “I Encontro de Formação e Educação das Relações Étnico-Raciais” , com o tema “Desconstruindo o racismo e o preconceito na implementação  das Leis 10639/03  e 11645/08”.

O objetivo do encontro foi refletir a atual situação do povo negro no Brasil e as formas veladas de racimos propulsoras de um complexo processo de desigualdade social existente no nosso país, e também, operacionalizar a implementação da Lei 10.639/03 e Lei 11645/08 para o “reconhecimento e valorização das diferenças e das diversidades” no espaço escolar e demais espaços de coletivos democrático.

 

Cristiane Cardoso

 

Entre os participantes, tiveram presentes a secretários de Educação, Juciara Pereira, do Desenvolvimento Social, Fabiana Angência, Vereadores, representantes da sociedade civil, o Dr. Ronaldo Adelino, Sindicato dos Professores, Noel Vieira, Representantes do Major Robson Calmon -  do Batalhão de Polícia de Itamaraju, Diretores de escolas estaduais e municipais, coordenadores escolares, articuladores e professores das redes estaduais, municipais e privadas, além do seu público alvo, que era a comunidade-escola CIEI, Complexo Integrado de Educação de Itamaraju, que teve suas atividades realizadas nesse espaço de educação e formação.

A mestranda Cristiane Cardoso apresentou os objetivos de sua pesquisa: investigar como um Aplicativo Interativo Educacional, cujo conteúdo propõe a autoidentificação, reconhecimento e valorização étnico-racial possibilita a visibilidade, a educação das relações étnico-raciais e o ensino da cultura afro-brasileira e africana na comunidade-escola CIEI, influenciando na implementação da Lei 10.639/03 e a Lei 11.645/08 nesse contexto escolar. 

Além disso, ocorreu a parte cultural com a presença do Grupo de dança Maculelê, da Comunidade Bela Vista, Grupo Indígena Aldeia Trevo do Parque e apresentação do Cordel Identidade e Diversidade, realizado pelo professor Armando Azevedo.

      

Esse evento foi o 1º de uma série de seminários de formação destinado a gestores, professores e estudantes, sendo o último a apresentação à comunidade do Aplicativo desenvolvido e pronto para ser utilizado.

 

* Informações: Cristiane Cardoso/ Fotos: Ananda Luz

registrado em:
Fim do conteúdo da página