Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Nota da Reitoria à comunidade
Início do conteúdo da página

Nota da Reitoria à comunidade

  • Publicado: Quinta, 13 de Maio de 2021, 16h07
  • Última atualização em Quinta, 13 de Maio de 2021, 16h58
  • Acessos: 1348

O dia 12 de maio de 2021 certamente ficará marcado como data histórica para a comunidade da UFSB. Após dois anos de intensas atividades, o processo de reestruturação administrativa e acadêmica da nossa Universidade foi encerrado com importantes conquistas. A proposta, apresentada pela gestão da professora Joana Angélica Guimarães da Luz, estimulou muitos encontros, diálogos e debates, iniciados em abril de 2019. O trabalho foi movido pelo entendimento de que havia muito a ser debatido e decisões a serem tomadas que incidiam sobre a organização e o funcionamento de nossa tão jovem instituição universitária. Muitos/as diziam que alterações não eram necessárias justamente pelo pouco tempo de vida da UFSB.

Entretanto, a própria ousadia de se criar uma universidade diferente rapidamente fez ver que algumas mudanças eram inevitáveis, a fim de garantir sua consolidação e mesmo sobrevivência em um contexto que já não correspondia ao que inspirou sua criação. Com essa preocupação e responsabilidade em mente, a proposta apresentada à comunidade acadêmica pela gestão fundamentou-se em estudos, análises objetivas e, sobretudo, coragem. Desde o início, a Reitoria tinha consciência de que não seria tarefa das mais fáceis e poderia ter se acomodado, mas preferiu enfrentar o desafio, pelo ideal de universidade que a mobiliza e pelo compromisso assumido quando eleita.

Nesse período de mais de dois anos, foram realizadas inúmeras reuniões, com pequenos coletivos ou ampliadas, muitas delas presenciais, quando podíamos fazê-lo, nos três campi da UFSB. Grupos de Trabalho compostos por docentes, técnico(a)s e estudantes foram constituídos por portarias para tratar de questões mais gerais ou mais específicas, coordenar debates e organizar documentos a partir da proposta da gestão. Tudo isso, inegavelmente, permitiu vivenciarmos, como sempre temos prezado, o exercício crítico e participativo sobre as decisões e os caminhos da nossa Universidade.

Em sua materialidade, a documentação é longa e bem registrada. Contém a proposta original da gestão, consolidada após uma primeira rodada de diálogos nos campi; os resultados dos Grupos de Trabalho; a reformulação da proposta após análise dos resultados dos GTs (de setembro de 2019), apontando a criação de um Centro de Formação em Educação e a descontinuidade dos IHACs; registros de novos agendamentos de reuniões com a comunidade acadêmica para reapresentação da proposta (entre os meses de setembro e outubro de 2019) e nota técnica da Reitoria.

Na sequência, como resultado direto das proposições coletivas e do trabalho da gestão articulado com a comunidade acadêmica, o Conselho Universitário aprovou a criação dos dois novos Centros de Formação: o Centro de Formação em Políticas Públicas e Tecnologias Sociais (CFPPTS), no Campus Jorge Amado, e o Centro de Formação em Desenvolvimento Territorial (CFDT), no Campus Paulo Freire. Essa decisão permitiu o aumento na oferta de cursos nos dois campi nas três grandes áreas. Com isso, muitos/as estudantes passaram a ter a oportunidade de ingressar em cursos de segundo ciclo em seu campus de origem.

Ainda no ano de 2019, após vários e proveitosos movimentos de escuta dos anseios e inquietações da comunidade acadêmica, o Conselho Universitário aprovou a Resolução n˚ 34/2019, por meio da qual os cursos de Bacharelados Interdisciplinares passaram a ser ofertados pelos Centros de Formação da UFSB.

Em 2020, grande esforço foi desenvolvido pela Reitoria, em conjunto com os/as gestores/as das Unidades Universitárias (IHACs e Centros de Formação), os diversos setores que compõem a administração da universidade e a comunidade acadêmica como um todo, para a atualização do Estatuto da UFSB pelo Conselho Universitário (Resolução n˚ 16/2020).

Imprescindível marco institucional da UFSB foi aprovado também pelo Conselho Universitário nesse ínterim do processo de reestruturação, ainda que não tenha sido parte dele: o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2020-2014).

A adequação do Estatuto à realidade institucional e a aprovação do PDI conferem mais segurança institucional e orientam o planejamento e novas tomadas de decisão.

Decisões importantes do Conselho Universitário que tiveram origem na proposta de reestruturação foram a criação de três Pró-Reitorias: a Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, a Pró-Reitoria de Ações Afirmativas e a Pró-Reitoria de Gestão para Pessoas, a reformulação da Formação Geral e a gestão de vagas para ingresso no Curso de Medicina. Nesse ínterim, também foram criados 12 novos cursos de graduação, 4 programas de pós-graduação (sendo 4 mestrados e 1 doutorado) e especializações.

É incontestável que todas as conquistas inspiradas pelo processo de reestruturação foram legítimas, tendo-se sempre respeitado os entendimentos da comunidade acadêmica e de suas representações institucionais no Conselho Universitário sobre as ações consideradas urgentes e necessárias para o melhor funcionamento da universidade.

Em setembro de 2020, cumpridos os objetivos iniciais da reestruturação, a Reitoria encaminhou a proposta de conclusão do processo. Novas reuniões ampliadas foram conduzidas nos três campi da UFSB durante o mês de outubro de 2020, já na modalidade remota, devido aos protocolos de segurança decorrentes da pandemia de Covid-19. Com base nos resultados desses encontros, a Reitoria solicitou dos IHACs o envio de uma proposta sobre sua situação e funcionamento. Os documentos produzidos pelos IHACs foram encaminhados aos Centros de Formação, para que fizessem também seu planejamento a partir dessas informações, vez que há necessidade de compartilhamento de docentes entre os Centros de Formação e os IHACs.

Após todo esse percurso, na reunião do Conselho Universitário da manhã do dia 12 de maio de 2021, a Reitora, professora Joana Angélica Guimarães da Luz, relembrou os momentos mais significativos do processo, destacando que a maior parte das pautas encaminhadas ao Conselho Universitário nos últimos dois anos foi aprovada por ampla maioria de votos. Algumas foram aprovadas por unanimidade.

Na ocasião, a Reitora valorizou as vitórias alcançadas pelo processo de reestruturação no que diz respeito à organização da vida acadêmica e administrativa da UFSB e explicou que a pauta informalmente divulgada como “fim dos IHACs” não refletia a responsabilidade e a complexidade dos valorosos e legítimos trabalhos coletivos realizados nos últimos dois anos pela gestão, pela comunidade e pelo Conselho Universitário.

Após outras ponderações relevantes, a Reitora retirou o ponto de pauta sobre a continuidade dos IHACs, tendo declarado encerrado e arquivado o processo de reestruturação. A professora Joana Guimarães salientou que debates e eventuais encaminhamentos sobre a temática poderão ser avaliados no futuro, como quaisquer outras pautas, conforme as aspirações da comunidade e em atenção e respeito aos preceitos da Carta de Fundação e aos fundamentos democráticos que respaldam a gestão da UFSB.

Para concluir seu pronunciamento ao Conselho Universitário, a Reitora reforçou sua disposição para estimular ainda mais debates qualificados e ampliados, com envolvimento de toda a comunidade acadêmica, a respeito da criação/reformulação de unidade(s) universitária(s) centradas no fortalecimento do campo da Educação, considerando toda a complexidade da temática, fazendo ecoar os princípios assumidos pela UFSB em sua fundação.

Informação complementar:

O Processo Eletrônico 23746.002079/2019-65, referente à reestruturação administrativa e acadêmica da UFSB, que registra o histórico de construção conjunta da Universidade, é público e pode ser acessado por toda a comunidade interna e externa à UFSB pelo Sipac da instituição.

Leia o que foi noticiado sobre o processo de reestruturação da UFSB:

Reitora fala sobre situação orçamentária e reestruturação da UFSB 

Processo de reestruturação transfere Bacharelados Interdisciplinares para os Centros de Formação

Continuidade da reestruturação foi tema de reunião nos três campi 

Proposta de reestruturação é apresentada nos campi da UFSB

Reitoria dá continuidade aos diálogos sobre a proposta de reestruturação

UFSB ofertará 395 vagas em 11 novos cursos de segundo ciclo  

Progeac propõe debate sobre a Formação Geral com a comunidade acadêmica

Consuni aprovou criação de novas unidades acadêmicas

Reestruturação: Reitora explica a proposta e fala sobre a discussão na comunidade

 

 

Reitoria da Universidade Federal do Sul da Bahia

registrado em:
Fim do conteúdo da página