Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Proaf lança edição especial da Bolsa de Apoio à Permanência: Vivências Trans
Início do conteúdo da página

Proaf lança edição especial da Bolsa de Apoio à Permanência: Vivências Trans

  • Publicado: Terça, 04 de Maio de 2021, 11h05
  • Última atualização em Terça, 04 de Maio de 2021, 11h05
  • Acessos: 409

A Pró-Reitoria de Ações Afirmativas (Proaf) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) lançou o edital Vivências Trans, edição especial da Bolsa de Apoio à Permanência. Visando à manutenção de estudantes trans da graduação em situação de vulnerabilidade socioeconomica, a iniciativa organizada pela Coordenação de Políticas de Promoção da Diversidade selecionará até seis pessoas para que possam se dedicar à formação em atividades de ensino, pesquisa e extensão. A inscrição ocorrerá entre os dias 15 e 30 de maio através do link https://ufsb.edu.br/proaf/editais

Para o desenvolvimento das ações, quem desejar se candidatar deve apresentar um plano de atividades para sua participação no Projeto Ampliado, denominado Vivências Trans na UFSB, composto por docentes e servidores da UFSB. Com duração de seis meses, as atividades contempladas serão relacionadas a atividades acadêmicas de ensino, de pesquisa e de extensão; na realização de eventos, congressos científicos e congêneres da UFSB; e a atividades de desenvolvimento de habilidades artísticas. Todas as atividades sempre relacionadas ao tema Vivências Trans.

O Brasil é um dos países mais violentos com a população trans. Observando a situação da população trans no que diz respeito à educação, estima-se que 70% não concluiu o ensino médio e apenas 0,02% estão no ensino superior. Segundo o Pró-Reitor de Ações Afirmativas da Proaf, Sandro Ferreira, é necessário que as universidades repensem seu papel nesta realidade. “O desenvolvimento de ações de promoção da diversidade é urgente. Acreditamos que esse número diminuto está relacionado às dificuldades de acesso, mas também à ausência de uma política de permanência adequada, que leve em conta as especificidades da população trans. É isso que estamos buscando alcançar com o edital Vivências Trans”, afirma.

 

Texto: Proaf

registrado em:
Fim do conteúdo da página