Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > II CONEX movimentou a UFSB com divulgação de atividades de extensão
Início do conteúdo da página

II CONEX movimentou a UFSB com divulgação de atividades de extensão

  • Publicado: Terça, 08 de Dezembro de 2020, 11h18
  • Última atualização em Terça, 08 de Dezembro de 2020, 12h03
  • Acessos: 639

WhatsApp Image 2020 12 08 at 09.51.55O II Congresso de Extensão da UFSB, promovido pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEX) no dias 1, 2 e 3 de dezembro, mobilizou os(as) participantes com a divulgação de atividades de extensão desenvolvidas pela comunidade acadêmica da UFSB durante a pandemia.  

A comissão organizadora considerou o evento, que teve 1.016 inscrições consolidadas, um sucesso. Foram promovidas 11 atividades, dentre as quais 3 cursos e 3 mesas-redondas com participações externas. 64 resumos foram submetidos. Até o dia 07 de dezembro, pela manhã, foram 2.240 visualizações na plataforma YouTube. 

A mesa de abertura teve a presença da Reitora da UFSB, professora Joana Angélica Guimarães da Luz, que destacou a importância da extensão universitária, "que vem assumindo um papel bastante relevante na nossas instituições, especialmente com a curricularização da extensão." A reitora celebrou também "a entrada, cada vez maior, na universidade, de estudantes vindos(as) das mais diversas comunidades, o que provoca o estreitamento de relações com  sociedade, que leve e também receba conhecimentos, ao ser convocada a traduzir as expectativas da sociedade."

A Pró-Reitora de Extensão e Cultura, professora Lilian Reichert Coelho, acentuou o trabalho incansável da comunidade acadêmica da UFSB na extensão, que "assume e renova, individual e coletivamente, em seu cotidiano, posturas éticas, pedagógicas e políticas que desafiam a própria universidade como instituição, que precisa se colocar e se manter no exercício constante de interrogação de si mesma, de resistência, de dissidência e de proposição de alternativas."

O professor José Francisco de Melo Neto, titular da Universidade Federal da Paraíba e autor de programas e projetos de Extensão Popular e Economia Solidária Popular, contribuiu com a palestra de abertura, enfatizando a necessidade do trabalho metódico, teórico-prático, intencional e em grupo, na extensão, principalmente na extensão popular. O convidado abordou também as relações entre extensão, ensino e pesquisa com perspectivas de mudança, promoção do outro e autogestão. Também apresentou caminhos metodológicos para a integração entre campos do conhecimento, a fim de encontrar respostas para os desafios interpostos pela realidade, ressaltando a metodologia da pesquisa-ação.

 

Programação

A programação do evento teve foco na socialização das ações de extensão desenvolvidas pela comunidade acadêmica da UFSB diretamente ligadas ao enfrentamento da pandemia de COVID-19. Coordenadores(as), membros(as) das equipes executoras e participantes dos projetos puderam mostrar seu trabalho, com abertura para perguntas do público ao final das sessões. Para os projetos desenvolvidos recentemente e já encerrados, foi proposta a exposição na forma de vídeos gravados por estudantes, que ficaram disponíveis online para os(as) participantes do evento durante sua realização.

Na avaliação da Coordenadora de Planejamento e Gestão da Extensão e Coordenadora da Comissão Organizadora do II CONEX, professora Alessandra Simões, "foram interessantes as soluções inovadoras encontradas pelos projetos do Edital 07/2020, que usaram a criatividade e os recursos tecnológicos como diferenciais para encontrar soluções neste cenário tão excepcional."

 

Mesas-redondas

"Bioeconomia e Extensão - a universidade na estruturação de cadeias produtivas" foi  o título da mesa organizada pela professora Jannaína Velasques da Costa Pinto e teve como convidados Vitarque Luca Paes Coêlho (MDR), Daniel Henrique de Oliveira (Especialista em Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa),  e Joelson Ferreira de Oliveira, da Teia do Povos e do Assentamento Terra Vista.

Outra mesa foi "Incubadoras Sociais e Solidárias - Sucessos e Desafios", organizada pelo professor Emerson Carvalho (UFSB). A atividade teve como debatedora a professora Jaqueline Severino da Costa (UFLA) e como debatedores Odilon Sérgio Santos de Jesus (UNEB) e José Wilson Fonseca da Silva (IFMS).

"Território e Universidade: Políticas Culturais e Soberania Popular" foi a mesa organizada por Ize Duque, Coordendora de Culturas Populares e Relações Comunitárias da PROEX.  A partilha foi realizada entre a Mestra Ronara Chagas, o Mestre Chico Nascimento, o  Cacique Ramon Yatajibá Tupinambá e a professora Cynthia Barra (PPGER/UFSB). Ize Duque destaca "a relevância desse encontro entre agentes culturais do território sulbaiano para debater a importância estratégica das políticas culturais comprometidas com a soberania preta, índia e popular. Pudemos aprofundar o compromisso com as culturas populares, os povos tradicionais e originários, reafirmar o papel institucional da UFSB de ser espaço de ideias do povo e identificar caminhos de ação que visem à transformação das estruturas sociais vigentes. Afinal, estado de emergência e urgência pela sobrevivência é tema de vida dos povos originários, das comunidades tradicionais e culturas populares desde os fundamentos da nação Brasil."

 

Partilhas extensionistasWhatsApp Image 2020 12 08 at 09.52.52

As representantes das três coordenações da PROEX sâo unânimes na avaliação de que o II CONEX foi uma excelente oportunidade para a construção ou consolidação de parcerias, tanto internas quanto externas.  

A Coordenação de Educação Popular e Tecnologias Sociais Solidárias (PROEX/)UFSB e a Coordenação de Educação Popular (PROEX/UFPB) construíram, colaborativamente, o curso "Extensão popular e economia solidária: trajetórias e afetos". Conforme a Coordenadora, Luana Campinho Rêgo, articuladora do curso, "nos encontros, foi enfatizado que a extensão universitária tem o papel de ser útil, no sentido de colaborar para que as comunidades, principalmente as mais subalternizadas, tenham seus sujeitos protagonistas da transformação das próprias histórias." Compartilharam suas experiência os professores Eymard Mourão Vasconcelos (UFPB), Dailton Alencar Lucas Lacerda (UFPB), Dirceu Benincá (UFSB), Maurício Sardá de Faria (UFRPE) e Daniel Pereira dos Santos (Fundador do Instituto Voz Popular/NUPLAR-UFPB).

Luana Rêgo destaca duas constantes nas falas de todos(as) seis ministrantes do curso: "a primeira é que a extensão, na dimensão popular, deu sentido às suas carreiras como estudantes e profissionais; a segunda reflexão apontada foi que os caminhos e até onde irão os projetos de extensão com as comunidades não são conhecidos, invariavelmente começam muito pequenos e podem tomar dimensões sequer imaginadas mo início".

Os outros dois cursos oferecidos durante o II CONEX foram: "Agroecologia e Educação Popular", com o professor Paulo Rogério Lopes (UFPR) e mediação do Professor Emerson Carvalho (UFSB), e "Fitocosméticos e autocuidado: a busca por saúde e beleza na flora brasileira", com a professora Jannaína Velasques (UFSB) e a pesquisadora  Ronilma "Dalila" Fernandes Alves.

A coordenadora de Planejamento e Gestão da Extensão, professora Alessandra Simões, comemora a realização do II CONEX: "Ficamos bastante contentes com o nível de engajamento dos(as) docentes e com a participação do público. Foi uma oportunidade para avaliarmos a qualidade dos projetos e, principalmente, refletir sobre o comportamento da extensão no contexto do isolamento social. Muitos projetos tiverem um impacto social bastante relevante, tanto em termos qualitativos quanto quantitativos."

 

Ações futuras

A PROEX vai continuar acompanhando de perto os projetos por meio do Programa Intitucional Extensão em rede: "tecer o comum". "Assim, será possível pensar em caminhos para potencializar ainda mais as ações em andamento", informa a professora Alessandra Simões.

Em breve, serão abertas as inscrições para participação no Grupo de Estudos e Pesquisa em Extensão Popular, vinculado às Coordenações de Cultura Popular e Relações Comunitárias e Educação Popular e Tecnologias Sociais da PROEX.

Um das expectativas para 2021 é o trabalho da Incubadora de Tecnologias Sociais e Economia Solidária (ITESBA), criada pelo Consuni/UFSB em julho deste ano. A Seção da Incubadora da PROEX, sob gestão do professor Emerson Carvalho, está em fase de planejamento das ações.

 

Agradecimentos

Equipe da PROEX, Câmara Técnica de Extensão, PROPA (DIRPLAN e DIRAD), PROTIC, participantes, colaboradores(as) nos cursos e mesas-redondas.

 

Acompanhe o site do Programa Extensão em Rede: "tecer o comum", da PROEX: https://www.extensaoemrede.com/

Todas as atividades do II CONEX estão disponíveis no canal do YouTube Auditório Virtual UFSB

 

Texto: PROEX

registrado em:
Fim do conteúdo da página