Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > I Simpósio Currículo e Cultura potencializa discussão sobre diferenças e pluralidades
Início do conteúdo da página

I Simpósio Currículo e Cultura potencializa discussão sobre diferenças e pluralidades

  • Publicado: Terça, 23 de Junho de 2020, 11h03
  • Última atualização em Terça, 23 de Junho de 2020, 11h12
  • Acessos: 235

O I SIMPÓSIO CURRÍCULO E CULTURA: encontros antifascistas (https://gepepufsb.wixsite.com/ufsb/i-simposio-curriculo-e-cultura), ocorrido virtualmente entre os dias 15 e 19 de junho de 2020, resultou de um esforço coletivo do Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Políticas e Currículos pós críticos – GEPEP/UFSB/CNPq – em criar tempos/espaços possíveis, nestes tempos pandêmicos, de potencializar encontros inventivos movidos pelo desejo de viver em uma sociedade que tenha à diferença e à pluralidade como mobilizadores da transformação/invenção de um outro mundo possível.  

SIMPOSIO Todas as atividades do I Simpósio foram transmitidas pelo YouTube- canal do GEPEP – contando, em todas elas, com um público on line bastante significativo (em uma média que oscilou entre 300 a 500 pessoas). Todas as atividades encontram-se disponíveis e podem ser acessadas no endereço: https://www.youtube.com/channel/UCAzJnMZuNs8nlx9CLeeaS9Q

O evento recebeu 1523 inscrições de pessoas de todos os estados do Brasil e de fora do país, tais como: Colômbia, Portugal, Estados Unidos e México.  Estiveram presentes, 1015 pessoas (professorxs das redes públicas e privadas, professorxs universitários, estudantes, estudiosos e demais interessadxs nas temáticas abrangidas pelo evento) que interagiram nos Grupos de Trabalhos, Mesas e Rodas de Conversas que dialogaram com temas necessários ao enfrentamento do racismo, LGBTQIfobia, misoginia, Homofobia, Machismo e as demais formas de opressões e violência que assolam a população brasileira.    

Distribuídos nas temáticas propostas pelos 04 Grupos de Trabalhos: Infâncias e Educação Infantil; Currículo; Educação para as relações étnico-raciais; Gêneros, sexualidades e educação, 134 trabalhos foram apresentados e discutidos. Esses encontros potencializaram o objetivo central do Simpósio em contribuir para uma educação antifascista.

As estatísticas apontadas pelo Youtube indicam que 7,3 mil pessoas visualizaram o evento, tendo como tempo de exibição total 2,9 mil horas, o que resultou em um alcance de 25,5 mil pessoas. Ainda, a idade média do público que conferiu audiência ao simpósio gravita entre 25 a 34 anos (32,7%) e 35 a 44 anos (31,6%), sendo a prevalência do gênero feminino (77,6%).

 

SIMPOSIO 2

 

Texto e fotos: Eliana Póvoas

registrado em:
Fim do conteúdo da página