Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > UFSB Ciência > Desenvolvido em pesquisa do PPGER, site educacional é voltado para docentes da Educação Infantil
Início do conteúdo da página

Desenvolvido em pesquisa do PPGER, site educacional é voltado para docentes da Educação Infantil

Escrito por Heleno Rocha Nazário | Publicado: Quinta, 09 de Julho de 2020, 16h39 | Última atualização em Quinta, 09 de Julho de 2020, 16h54 | Acessos: 488

Defesa Valdirene TekaUma pesquisa sobre as noções de infância a partir das narrativas das professoras que atuam na docência da educação infantil das escolas públicas municipais de Porto Seguro, conduzida pela mestra em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER/UFSB) Valdirene Contarato Pereira, embasou o desenvolvimento de um site educacional, como requisito parcial para a obtenção do título. A dissertação Infâncias, poder e resistências nas narrativas das professoras do município de Porto Seguro e o produto desenvolvido, o site educacional  Eu Entrei na Roda (euentreinaroda.com.br), foram defendidos por Valdirene em banca de defesa online no dia 25 de maio de 2020, com a comissão examinadora sendo constituída pela professora Eliana Póvoas Pereira Estrela Brito, como orientadora e presidenta da comissão, a professora Anete Abramowicz (USP/UFSCAR), o professor Neilton Castro da Cruz (FNSL) e a professora Carolina Bessa Ferreira de Oliveira (PPGER/UFSB). 

O trabalho desenvolvido por Valdirene partiu do objetivo de pensar coletivamente as concepções de infância que são construídas nos e pelos discursos/práticas estabelecidas na sociedade contemporânea, tendo como corpus de estudo as contribuições de docentes da Educação Infantil de Porto Seguro. Com essa pesquisa, a autora propõe uma discussão sobre a concepção de infância nas práticas que põe em jogo as relações de poder e saber, onde diferentes campos podem construir sentidos hegemônicos sobre as formas pelas quais compreendemos a infância. Como ocorre nos mestrados profissionais, no PPGER cada discente deve desenvolver uma pesquisa, relatada na dissertação, e desenvolver um produto voltado para a atuação no contexto pesquisado.

A dissertação de Valdirene apresenta e discute as concepções de infância construídas historicamente paraValdirene Teka conhecê-las, problematizá-las e tensioná-las, a partir dos saberes das professoras que atuam na Educação Infantil do município de Porto Seguro, e identifica em suas narrativas os movimentos de aceitação e resistência aos processos de normatizações escolares. O site educacional que ela apresentou materializa o percurso da pesquisa e as discussões realizadas sobre as temáticas que atravessam a educação infantil, além de funcionar como um dispositivo de formação de professoras e professores que atuam nessa etapa da educação básica.   

A autora da dissertaçao e do site, Valdirene Contarato Pereira, explica o trabalho desenvolvido e a contribuição que oferece para o ambiente educacional.

 


Do que trata a pesquisa?

Discutir a partir das narrativas das docentes que atuam na educação infantil, as concepções de infância construídas historicamente na sociedade, com o desafio de conhecer/problematizar/tensionar numa perspectiva pós-crítica tais saberes e construir coletivamente após debates e reflexões um produto educacional para consulta acessível a todas e todos que tenham interesse em temáticas relacionadas à infância. 

 

Pesquisa Valdirene TekaComo o estudo foi feito?

Para realizar esta pesquisa, não parti de conceitos fixos e estáveis, tampouco de resultados garantidos em relação ao material que analiso, mas de como as concepções de infância nas narrativas docentes são percebidas em sua singularidade histórica. Desse modo, busquei no campo empírico acompanhar os processos com as professoras através de encontros para conversas acerca dos saberes sobre a infância. Nesse contexto, trabalhei com uma proposta de inspiração cartográfica que implica em processos de produção, acompanhamento de percursos e conexão de redes. Penso que nessa perspectiva metodológica cunhada por Gilles Deleuze e Félix Guattari (1995), pude acompanhar as narrativas das professoras por meio de uma composição e uma conjunção de forças, construindo o conhecimento com e não sobre o campo pesquisado. Dessa maneira, como resultado dos encontros realizados, foi construído em parceria com as docentes que participaram da pesquisa, um site educacional com registros, imagens, livros, artigos, documentos e vídeos relacionados a infância e a educação infantil.

 

Qual a importância do tema?

A importância desse trabalho se dá por acreditar que os saberes presentes nas narrativas docentes foram historicamente sendo constituídos nas práticas que põe em jogo as relações de poder e saber, construindo sentidos hegemônicos sobre as formas pelas quais compreendemos a infância, colaborando assim, para a reprodução de uma sociedade racista, heteronormativa e obediente à lógica do capital. Com efeito, ao abordar o tema e provocar pensamentos que sempre estiveram presentes nos discursos escolares, bem como problematizar os mecanismos que funcionam para normatização dos sujeitos, pode-se possibilitar resistência aos discursos dominantes sobre a infância e, a partir de práticas alternativas e múltiplas, encontrar novas experimentações.  

 

O que o resultado indica?

Site Educacional Valdirene TekaPenso que este trabalho acenou para a possibilidade de refletir sobre o dispositivo pedagógico da infância, que tem função dominante no governamento das crianças em todo corpo social. Tal dispositivo exerce uma regulação nas condutas das professoras, expressadas nas narrativas analisadas, indicando que há um tensionamento para que haja aceitação das professoras em compreender a infância como uma concepção universal e única, ou seja, há uma propensão a materializar uma infância colonizada, que foi inventada na modernidade. Ao mesmo tempo, as professoras parceiras também apresentaram em suas narrativas que há movimentos de resistência a tal concepção, na medida em que cada uma, no cotidiano escolar, não aceita passivamente as ações dos diversos elementos que compõe o dispositivo, mostrando-nos que somos capazes de criar um mundo diferente para nós e para as crianças.

 

Que contribuição o produto realizado trouxe, ou permite antever?

Eu espero que o site possa ser uma das muitas alternativas que temos para impulsionar novas discussões e possibilidades de pensar as múltiplas infâncias na educação infantil em parceria com as docentes do município e região. Nesse sentido, foi demonstrado  interesse por parte das professoras-parceiras desta pesquisa em continuar os encontros para conversas acerca das diferentes questões sociais que atravessam a infância e a educação infantil na rede pública municipal de Porto Seguro. O site está em sua fase inicial e é nossa mais aberta invenção. Pode-se dizer que esse grupo vê na educação infantil um espaço de luta pelas infâncias, onde as diferenças sejam afirmadas e tornem-se o mote das práticas educativas através da abertura de caminhos coletivos e solidários entre todas e todos.
registrado em:
Fim do conteúdo da página