Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > [ON-LINE] - Mesa Redonda: Centro de parto normal nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro - Debate Público para a implantação 
Início do conteúdo da página

[ON-LINE] - Mesa Redonda: Centro de parto normal nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro - Debate Público para a implantação 

Escrito por Malu Carvalho | Publicado: Quarta, 30 de Setembro de 2020, 08h40 | Última atualização em Quarta, 30 de Setembro de 2020, 08h40 | Acessos: 212

O que: Mesa Redonda - Centro de parto normal nos municípios de Eunápolis e Porto Seguro - Debate Público para a implantação 

Quando: 16 de outubro, das 19 às 22 horas

Onde: Transmissão ao vivo no canal do YouTube da CSC/UFSB: https://youtu.be/oKQyVGqKNZE  

Inscrições para certificaçãohttps://sig.ufsb.edu.br/eventos/public/evento/redecegonha

 

CONVITE MESA REDONDA CENTRO DE PARTO NORMAL

O presente evento científico-social visa reunir entre seu público alvo, mulheres de toda a região de Porto Seguro e Eunápolis, estudantes de graduação e pós-graduação da UFSB, IFBA e UNEB, outras instituições, homens, famílias e comunidade em geral e permitirá o diálogo aberto e crítico dada a atual situação inexistente de casas de parto normal na nossa região o que se configura uma grande limitação para os avanços na melhoria e qualificação da Rede Cegonha Regional, colocando em risco, segundo inúmeras evidências científicas nacionais e internacionais, a vida e a saúde das mulheres e crianças durante o processo gravídico-puerperal (gravidez, parto-nascimento, puerpério). Isto porque, com a deficiente assistência à saúde ofertada pelos serviços de saúde pública do SUS em regiões interiorizadas e distantes das capitais (como são os municípios desta região), as demandas das mulheres/usuárias do SUS por um parto natural ou normal que seja digno, humanizado, respeitoso, familiar e sem violência obstétrica nem medicalização, se encontram cada vez mais distantes de serem contempladas diante da realidade observada nestes territórios.

Nesse sentido, a UFSB, através da sua representação (IHAC-CSC) faz parte do Fórum Regional da Rede Cegonha (8 municípios da microrregião de Porto Seguro), criada em 2017, com representantes dos coletivos de mulheres, gestão municipal, hospitais, SESAB, academia, e participa desse espaço multidisciplinar de discussão e ações para a promoção e incentivo às boas práticas de assistência à mulher e à criança recém nascida, durante a gravidez, parto-nascimento e puerpério, tanto na Atenção Primária à Saúde como na rede hospitalar. Além de ser lugar de análise da situação e realidade encontrada nos municípios da nossa região, e de avaliação contínua e permanente dos serviços e equipamento de saúde e das práticas desenvolvidas, para incentivar e propor a melhoria e aprimoramento teórico-prático, e alcançar níveis mínimos de iatrogenias e reduzir os desfechos lamentáveis que acometem a vida e a saúde da população alvo da Rede Cegonha - mulheres no processo de gestação, parto e nascimento e pós-parto.

Entre as violências acometidas às mulheres no parto normal hospitalar e que precisamos discutir nesta MESA REDONDA para mudanças estruturais e positivas, temos:

- Altas taxas de mortalidade materna por causas previsíveis (hipertensão, hemorragias, infecções, durante o parto e pós parto.

- Alto índice de mortalidade infantil (neonatal).

- Altíssimo número de partos por cesárea eletiva (maior a 40%) que extrapolam as recomendações da OMS (que recomenda menos de 15%);

- Aumento elevado da violência institucional contra a mulher (chamada por milhares de instituições mundiais e pelo Ministério da Saúde, como violência obstétrica) como procedimentos e manobras sem autorização da mulher e impostos por rotina, xingamentos e humilhações, agressão física, abandono e isolamento como retaliação ou punição, manipulação excessiva da mulher, negligenciamento na oferta de alimentos, líquidos e métodos não invasivos para alívio da dor no parto, etc; enfim, abusos, maus tratos, negligência e desrespeito por parte das pessoas ou profissionais que atendem o parto institucional.

- Violação aos direitos fundamentais da pessoa/mulher, ratificados por Lei como o Direito ao acompanhante de livre escolha da gestante (Lei Federal nº 11.108, de 07 de abril de 2005);

Diante do exposto, e na tentativa de contribuir com a Rede Cegonha Regional com o apoio de todos os presentes na Mesa Redonda, apresenta-se este evento, como uma árdua tarefa de aprendizagem mútua e colaborativa, para discutirmos e buscarmos caminhos possíveis para a implantação do Centro ou Casa de Parto Normal na nossa região, área de abrangência da UFSB.

 

PROGRAMAÇÃO

Abertura do evento:
Prof. Dr. Marcos Bernardes (Decano do Instituto de Humanidades Artes e Ciências Sosígenes Costa da UFSB – IHAC-CSC)

Palestra de Abertura: " A importância do Centro de Parto Normal na Rede Cegonha"

Palestrante: Dra. Ana Clara Fonseca Santos  - Mestre em Saúde da família pela UFSB e médica de família no município de Camaçari (BA).
Convidados da Mesa: Secretário de Saúde de Eunápolis, Secretário de Saúde de Porto Seguro, Representante do Ministério Público de Eunápolis, Representante do Ministério Público de Porto Seguro, Representante do Coletivo Flores de Dandara, Representante do Coletivo Parto Seguro, Coordenação do Fórum Regional da Rede Cegonha.

Mediadoras: Profa. Dra. Rocio Alvarez (UFSB) e Profa. Dra. Caroline Lima (UNEB)

 

Organização: Grupo de Pesquisa do CNPq "Educação, Saúde e Desigualdades Sociais" da UFSB, Universidade do Estado da Bahia, Coletivo de Mulheres Parto Seguro, Coletivo Flores de Dandara.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página