Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > A UFSB > Assessorias > Assessoria de Sustentabilidade > Comissão de Política de Sustentabilidade
Início do conteúdo da página

Apresentação

Escrito por Carlos César | Publicado: Quinta, 08 de Julho de 2021, 15h00 | Última atualização em Domingo, 24 de Março de 2024, 23h11 | Acessos: 3527

 

1. O que é a Comissão de Políticas de Sustentabilidade (CPS)?

A CPS da UFSB é um órgão consultivo e deliberativo da Reitoria, instituída pela Resolução CONSUNI nº 13/2022.

Dentre as atribuições da CPS, destacam-se:

-  assessorar a elaboração, a coordenação e atualização da Política de Sustentabilidade da UFSB;

- promover a implantação dos princípios, objetivos e instrumentos da Política de Sustentabilidade nos processos administrativos, no ensino, na pesquisa e extensão, na infraestrutura e gestão dos Campi, assim como na relação universidade-sociedade, efetivando a transversalização do tema em todas as dimensões da UFSB;

- orientar a elaboração, execução, avaliação, monitoramento e revisão do Plano de Logística Sustentável (PLS) da UFSB a partir de processos colaborativos e participativos;

- orientar a elaboração, implantação e atualização do Sistema Integrado de Gestão da Sustentabilidade (SIGS-UFSB), instrumento responsável pelo monitoramento e acompanhamento de planos, programas e ações que contribuem para implementação da Política de Sustentabilidade da UFSB;

- elaborar e orientar a execução de programas estratégicos baseados em temas da sustentabilidade, tais como a Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), Pegada Ecológica, Campus como Laboratório Vivo de Sustentabilidade, Neutralidade das Emissões de Carbono e etc;

- implementar um processo de avaliação contínuo da sustentabilidade na UFSB, através da aplicação anual ferramenta(s) de certificação a ser(em) escolhido(s) e definido(s) pela CPS, bem como outros sistemas de avaliação reconhecidos nacional e internacionalmente;

- promover o intercâmbio de informações, conhecimentos e experiências relacionadas ao tema "Universidade Sustentável" com outras Instituições de Ensino Superior, bem como os demais segmentos da sociedade

- Requisitar e monitorar, via Assessoria de Sustentabilidade e unidades acadêmicas e administrativas, o planejamento e a aplicação de recursos financeiros para implantação de planos, programas e ações voltadas à Política de Sustentabilidade da UFSB, especialmente em alinhamento com os objetivos e metas definidas pelo PDI ou pelo PLS-UFSB.

2. Qual a composição da Comissão de Políticas de Sustentabilidade (CPS)?

Conforme a Resolução CONSUNI 13/2022, a Comissão de Políticas de Sustentabilidade é constituída por 47 membros, sendo 25 titulares, os quais representam os três segmentos da Comunidade Universitária, o Conselho Estratégico Social (CES), o Conselho Universitário (CONSUNI), as Coordenações Gestoras dos três Campi, além dos temas de Sustentabilidade definidos pelo Plano de Gestão de Logística Sustentável da UFSB. 

Toda a Comunidade Universitária é sempre bem-vinda a participar das reuniões, que são abertas ao público, sendo transmitida por sistema de webconferência.

Clique aqui para conhecer a atual composição da CPS.

3. Como participar da Comissão de Políticas de Sustentabilidade (CPS)?

As reuniões e atividades da CPS são abertas à comunidade, conforme cronograma definido anualmente, e mediante divulgação nas redes sociais da ASSUS. Podem, também,  manter contato com a Coordenação de Sustentabilidade através do e-mail assustentabilidade@ufsb.edu.br.

 

4. Histórico da Comissão de Políticas de Sustentabilidade (CPS)

A Comissão de Políticas de Sustentabilidade (CPS), criada pela Resolução CONSUNI Nº 05/2017, iniciou suas atividades em 04 de julho de 2018.

No ano de 2018, a CPS se dedicou a definição dos métodos e rotinas a serem adotadas para a elaboração do Plano de Logística Sustentável da UFSB (PLS).

Em 2019, a CPS realizou um ciclo de reuniões que trataram de discussões iniciais dos onze temas que passaram a compor o PLS da UFSB (vide lista dos temas). Para cada um dos temas foi constituído e portariado um Grupo de Trabalho (GT) específico.

Em 2020 e 2021, os GTs formados pela CPS avançaram com a construção do PLS, que teve sua primeira redação encaminhada para a apreciação e aprovação do CONSUNI em 2022.

Em 2022, por meio da Resolução CONSUNI 13/2022, a CPS passou a ter a atual formatação e retomou os seus trabalhos após a interrupção dos trabalhos em função da Pandemia de COVID-19.

Fim do conteúdo da página