Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Confira a programação completa do III F.EST.A - Festival Estudantil de Audiovisual
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Confira a programação completa do III F.EST.A - Festival Estudantil de Audiovisual

  • Publicado: Quarta, 01 de Setembro de 2021, 11h42
  • Última atualização em Quarta, 01 de Setembro de 2021, 11h46
  • Acessos: 120

Acontecem nesta sexta, sábado e domingo (dias 03, 04 e 05 de setembro de 2021) as lives do III F.EST.A - Festival Estudantil de Audiovisual, evento anual organizado pelo Imagina! Circuito Permanente de Audiovisual (CFAC/UFSB). A programação inclui debates com jovens realizadores/as do estado da Bahia, bate-papo com convidados/as sobre temas relacionados à produção audiovisual e o lançamento de materiais didáticos produzidos especialmente para os filmes selecionados pelo festival. Entre os destaques da programação, contaremos com a participação externa de Filipe Gama (UESB), Cíntia Langie (UFPel) e Cezar Migliorin (UFF). Imperdível!! 

Ouvintes que desejarem se inscrever para receber certificado de atividades complementares devem se inscrever pelo link: https://www.even3.com.br/iiifesta.

Todos os curtas podem ser assistidos gratuitamente no site do Imagina! (https://imaginacircuito.com/festa/) e as transmissões ao vivo ocorrerão no canal  do Centro de Formação em Artes e Comunicação da UFSB no Youtube.

 

Aperta o play que o F.EST.A já vai começar!  

PROGRAMAÇÃO: 

 

03/09 (Sexta-feira) – Às 19h – Abertura

Debate com realizadores/as da Mostra Bahia, minha Bahia

Mediação: Richard Santos e Cristiane Lima (UFSB)

Conversa com Filipe Gama (UESB): Reflexões sobre a exibição cinematográfica e audiovisual na Bahia

Resumo: Nas últimas décadas, observamos significativas mudanças no contexto da exibição cinematográfica e audiovisual no Brasil, nas suas diferentes janelas de exibição. Nesse cenário, podemos incluir transformações expressivas no mercado de salas de cinema, no crescimento do circuito de mostras e festivais, nas profundas mudanças no mercado de TV Paga e no surgimento e na consolidação das plataformas de Streaming e das experiências de Vídeo Sob Demanda, mudando nossa forma de consumir os filmes, bem como alterando as possibilidades de distribuir e exibir as obras produzidas. A partir dessas mudanças, conversaremos sobre a exibição cinematográfica e audiovisual na Bahia contemporânea, com especial atenção para as salas de cinema, as mostras e festivais e as plataformas de streaming.

Filipe Gama é professor Assistente do curso de Cinema e Audiovisual da UESB e Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Cinema e Audiovisual da UFF. Possui graduação em Arte e Mídia pela UFCG, Especialização em Gestão Cultural pelo Senac e Mestrado em Imagem e Som pela UFSCar. É realizador audiovisual, atuando principalmente na produção de documentários, além de produtor cultural, em especial em ações de difusão audiovisual.

Link de acesso: https://youtu.be/O77GEQPx2rU

04/09 (Sábado) – Às 19h – Segundo dia

Debate  com realizadores/as da Mostra Corpo, palavra política e Mostra Fabular o Tempo

Mediação: Francisco Gabriel Rêgo (Univasf) e Joana Brandão Tavares (UFSB)

Conversa com Cíntia Langie (UFPel): Cinema brasileiro, devolução e universidade pública

Resumo: Buscaremos pensar a universidade pública enquanto dispositivo para fazer circular – e restituir de algum modo para a comunidade – os filmes brasileiros, aos quais o público normalmente não tem acesso, com aprofundamento conceitual na noção de devolução (DIDI-HUBERMAN, 2015). A investigação tem como materialidade um tipo específico de iniciativa cultural: o circuito universitário de exibição, cuja proposta curatorial prioriza filmes de relevância artística, resguardando espaço considerável à produção independente brasileira contemporânea. 

Cíntia Langie é professora do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), realizadora audiovisual desde 2007 e curadora do Cine UFPel. Mestre em Comunicação Social (PUCRS, 2006) e Doutora em Educação (UFPel, 2020). Atua na pesquisa acadêmica na área de cinema, com ênfase nas questões relativas a cinema e educação, filosofia, roteiro e distribuição alternativa do cinema brasileiro.

Link de acesso: https://youtu.be/JT2tsfrBYeo

05/09 (Domingo) – Às 16h – Encerramento 

Debate com estudantes da residência pedagógica sobre os materiais didáticos produzidos

Mediação: Clarissa Santos (UFSB) e Hiannay Tupyara (Colégio Paulo Souto/ Udesc)

Conversa com Cezar Migliorin (UFF): Cinema, arte e cuidado

Resumo: Uma conversa sobre as possibilidades de se pensar e praticar o cinema como um laboratório perceptivo e como experiência de criação disponível a todos. A partir desse lugar do cinema, pensaremos sua presença em espaços como a educação e a clínica.

Cezar Migliorin é professor e psicanalista. Doutor em Comunicação e Cultura pela ECO/UFRJ e Cinema pela Sorbonne Nouvelle, Pós-doutorado na Universidade de Roehampton – Inglaterra. Ministrou cursos e palestras em universidades da Europa e América do Sul. Coordenador do projeto de cinema, educação e direitos humanos: Inventar com a Diferença. Organizador do livro Ensaios no Real: o documentário brasileiro hoje (2010), escreveu Inevitavelmente cinema: educação, política e mafuá (2015), Cartas sem resposta (2015) e Cinema de Brincar (2019), com Isaac Pipano, com quem também realizou eles o documentário “Educação” (2017). Escreveu ainda os livros de ficção A menina (2014) e Breve Inventário das Felicidades Instantâneas (2018). Foi presidente da Socine – Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual. Atualmente desenvolve pesquisa sobre a prática do cinema e experimentações subjetivas em interface com a clínica.

Link de acesso: https://youtu.be/Y0g4hXu7iiw

 
 
 
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página