Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Jornalismo

Publicado: Segunda, 16 de Novembro de 2020, 17h05 | Última atualização em Sexta, 11 de Dezembro de 2020, 12h01 | Acessos: 1963

Apresentação do Curso

O curso bacharelado em jornalismo visa a formação de jornalistas tecnicamente qualificados e com ampla formação humanística e capacidade crítico-reflexiva, para atuar nos setores público e privado, com foco no desenvolvimento sustentável, social e humano na região sul e extremo Sul da Bahia e em outras regiões do país. Os profissionais formados, além de desenvolverem as capacidades necessárias para atuar na apuração e disseminação de informações de interesse público no amplo campo da mídia e comunicação, deverão cultivar uma visão ética, crítica e analítica, podendo responder às exigências de um mercado competitivo e de uma sociedade em transformação, num contexto em que a democratização da informação possui papel fundamental.

OBS.: mais informações sobre o ingresso na UFSB e nos cursos de segundo ciclo podem ser vistas aqui.

Coordenador do curso
Prof. Dr. Richard Santos – e-mail richardsantos@csc.ufsb.edu.br


Vice coordenador
Prof. Dr. Spensy Kmitta Pimentel – e-mail spency@ufsb.edu.br

Título Profissional

Bacharel em jornalismo

E-mail do curso

Em criação

Área de Atuação

Profissional egresso do curso bacharelado em jornalismo estará apto a atuar nos mais diversos segmentos da comunicação, tais como assessoria de imprensa, produção de multimídia, reportagens, jornalismo cultural, científico, comunitário, etc. 

Modalidade, Duração, Turno

Modalidade: Presencial.

Duração: 3120 horas mínimas (Art 10. Resolução Nº1, 27/09/2013) no segundo ciclo e 11 quadrimestres (mínimo) e 24 quadrimestres (máximo) para a integralização.

Matriz Curricular

Para melhor gestão e organização dos conteúdos, os CCs do Bacharelado em jornalismo foram divididos em seis eixos temáticos, conforme explicitação a seguir. 

Eixo de Formação Humanística (CCs de primeiro ciclo apenas)
Eixo de Fundamentação Contextual
Eixo de Fundamentação Específica
Eixo de Formação Profissional
Eixo de aplicação processual
Eixo de Prática Laboratorial 

Eixo de Formação Humanística (CCs de primeiro ciclo apenas) 

Este eixo corresponde aos percursos de formação do/a estudante no primeiro ciclo das diversas grandes áreas de formação da UFSB: Artes, Ciências, Humanidades, Linguagens, Matemática e Computação e Formação Geral. 

Para ver os CCs desse eixo, consulte o PPC do curso.

Eixo de Fundamentação Contextual 

Eixo em que os CCs que oferecem fundamentação contextual, conceitual e teórica estão dispostos. Neste eixo os/as estudantes terão contato com as principais discussões, teorias e saberes que contextualizam a Comunicação Social e o Jornalismo no passado e hoje. Além dos vetores do jornalismo cultural, comunitário e científico, CCs provenientes do campo da linguística e literatura dão profundidade à formação do estudante e sua capacidade de pensar criticamente e elaborar os diversos tipos de textos e os textos jornalísticos. Em Teorias e Práticas da Narrativa, por exemplo, o/a estudante terá a oportunidade para se pensar e produzir o texto jornalístico e suas aproximações com a narrativa literária, buscando uma expansão do campo da notícia para além da novidade: a notícia construída não apenas pelo paradigma do "que" contar (a novidade), mas também do "como" contar e do "quem" (o sujeito) que conta ou narra. 

Este eixo traz ainda CCs centrais para a formação do jornalista, com discussões em torno da ética, da gestão da comunicação, da psicologia social da comunicação, etc. 

Optativas

Eixo fundamentação contextual

Teorias da Linguagem

30

Análise do Discurso

30

Psicologia Social da Comunicação

30

Metodologia de Pesquisa em Comunicação

30

SIM: Teorias da imagem 

60

SIM: Teorias do Som

60

SIM: Teorias da imagem em movimento

60

SIM: Arqueologia da imagem e da imagem em movimento

60

 

Eixo de Fundamentação Específica 

Contempla CCs cuja função é proporcionar ao jornalista clareza conceitual e visão crítica sobre a especificidade de sua profissão, tais como: fundamentos históricos, taxonômicos, éticos, epistemológicos; ordenamento jurídico e deontológico; instituições, pensadores e obras canônicas; manifestações públicas, industriais e comunitárias; os instrumentos de autorregulação; observação crítica; análise comparada; revisão da pesquisa científica sobre os paradigmas hegemônicos e as tendências emergentes. 


Obrigatórias 

Eixo fundamentação específica

História do Jornalismo

60

Empreendedorismo e Gestão da Comunicação

60

Ética e Jornalismo

30

Políticas de Comunicação

30

Teorias do Jornalismo

60

Teorias da Comunicação

60

SIM: Autoria, direitos autorais e legislação

30



Optativas de escolha restrita 

Jornalismo Cultural

60

Comunicação Comunitária

60

Jornalismo Científico

60

 

Eixo de Formação Profissional 

O Eixo de formação profissional objetiva fundamentar o conhecimento teórico e prático, familiarizando os estudantes com os processos de gestão, produção, métodos e técnicas de apuração, redação e edição jornalística, possibilitando-lhes investigar os acontecimentos relatados pelas fontes, bem como capacitá-los a exercer a crítica e a prática redacional em língua portuguesa, de acordo com os gêneros e os formatos jornalísticos instituídos, as inovações tecnológicas, retóricas e argumentativas.  


Optativas 

Eixo de formação profissional

Teorias e Práticas da Narrativa

60

Processos Gráficos em Jornalismo

60

SIM: Montagem e edição (LAB)

60

SIM: Criação editorial (LAB)

60

SIM: Tipografia (LAB)

30

SIM: Gravação, captura e edição digital de vídeo (LAB)

60

SIM: Publicação e distribuição (LAB)

30

SIM: Imagem fotográfica (LAB)

60

SIM: Projeto e produção

60

SIM: Arte, documento e processos de criação

60


Obrigatórias 

Eixo formação profissional

Apuração e Texto Jornalístico

60



Eixo de aplicação processual 

O objetivo deste eixo é fornecer ao jornalista ferramentas técnicas e metodológicas, de modo que possa efetuar coberturas em diferentes suportes: Jornalismo Impresso, Radiojornalismo, Telejornalismo, Webjornalismo, Assessorias de Imprensa e outras demandas do mercado de trabalho. Vale notar que os CCs que compõem esse eixo também serão espaços de prática jornalística com caráter laboratorial. 


Optativas de escolha restrita 

Eixo de aplicação processual

Jornalismo em Rádio

60

Jornalismo em TV

60

Webjornalismo

60

Jornalismo Impresso e Fotojornalismo

60

Assessoria de Comunicação

60

 

Eixo de Prática Laboratorial 

Este eixo tem por objetivo oferecer conhecimentos e desenvolver habilidades inerentes à profissão jornalística. Possui a função de integrar os demais eixos, alicerçado em projetos editoriais definidos e orientados a públicos reais, com publicação efetiva e periodicidade regular, tais como: jornal, revista e livro, jornal mural, radiojornal, telejornal, webjornal, agência de notícias, assessoria de imprensa, entre outros. Neste eixo o/a estudante também poderá colocar em prática de forma mais consistente e aprofundada reflexões, análises e percursos teóricos desenvolvidos. 

Obrigatórias 

Eixo prática laboratorial

Estágio I

60

Estágio II

60

Estágio III

60

Estágio IV

60


Laboratórios de Projetos / Obrigatórias
 

Os espaços de exercícios práticos, criativos e permeados por saberes e técnicas do fazer presentes no Eixo Prática Laboratorial tem como pilar, além dos Estágios Supervisionados, os Laboratórios de Projetos, focados em 4 dispositivos temáticos. Neles a prática laboratorial ganha novos contornos, alcançando o nível de desenvolvimento de projetos focados no interesse de cada estudante. Aqui poderão ser pensados e executados, tendo como ponto de partida as propostas temáticas de cada Laboratório, projetos de revistas, jornal mural, programas de TV, programas de rádio, grades e programações, projetos para editais existentes e abertos, projetos para web, projetos transmídia, projetos de blogs, aplicativos de notícias, etc. O/a estudante poderá ainda participar de projetos de TV, Revista, Jornal Impresso, Rádio, Web, etc. já em curso na UFSB e vinculados ao curso de Jornalismo. Os Laboratórios de Projetos contam com o acompanhamento de docentes dedicados, mas conforme a demanda, outros docentes poderão ser convidados para dar suporte a projetos específicos de estudantes. 

Territórios

60

Tecnopolíticas

60

Corporalidades 

60

Narrativas

60

Transmídia

60

Organizacional

60


TCCs 

Complementando os laboratórios de projetos no âmbito da formação e prática profissional estão os dois CCs do TCC – Trabalho de Conclusão de Curso. Neles devem culminar os saberes, experiências, conhecimentos profissionais adquiridos ao longo do curso. 

TCC I

60

TCC II

60

  


Infraestrutura

Acervo bibliográfico
Agência de comunicação (em construção)
Laboratório de edição de imagem vídeo
Estúdio de som e imagem
Laboratório de práticas jornalísticas
Laboratório de audiovisual
*Infraestrutura a ser completado com a entrega dos equipamentos e espaços necessários ao curso e definidos em seu PPC.

Formas de Ingresso e número de vagas

Formados em BI e LI em Artes ou outras graduações de primeiro ciclo da UFSB estão elegíveis a progredir para o bacharelado em Jornalismo, conforme edital de progressão.

Havendo mais solicitantes do que vagas disponíveis, as/os estudantes serão classificadas/ os de acordo com o Coeficiente de Rendimento Geral (CRG) e a nota obtida em sua Carta de Intenção. O CRG e a Carta de Intenção valem 5 pontos cada, somando-se 10 pontos no total. As maiores notas, resultantes desta soma, e respeitando-se as regras do item 15.2.1 do PPC do curso, garantirão uma vaga no curso de Jornalismo do Centro de Formação em Artes da UFSB, respeitando-se o limite de vagas disponíveis.

Não havendo preenchimento das vagas no edital interno, poderá ser aberto edital externo para entrada direta no curso de Jornalismo na UFSB.

Número de vagas: 40

Documentos

Aguardando conteúdo.

Corpo Docente

O corpo docente do curso Jornalismo está constituído por docentes do Centro de Formação em Artes da UFSB, do campus Sosígenes Costa, mas também do campus Jorge Amado e do campus Paulo Freire, considerando a realidade multicampi desta universidade. Docentes de outros Centros de Formação poderão ser convidados a atuar em determinados componentes curriculares do curso.

Alemar Rena 

Graduação em Letras, mestrado em Teoria da Literatura, doutorado em Estudos Literários (UFMG). Professor Adjunto da UFSB/CSC

Anne Greice Soares Ribeiro Macedo


Graduação em Direito, mestrado e doutorado em Letras (UFBA). Professora Adjunta da UFSB/CSC 

Bernard Pêgo Belisário 

Graduação em Comunicação Social (Jornalismo; Rádio/TV), mestrado e doutorado em Comunicação Social (UFMG). Professor Adjunto da UFSB/CSC

Célia Regina da Silva 

Graduação em Comunicação, mestrado em Ciências Sociais, doutorado em Comunicação Social. Professora Adjunta da UFSB.

Celso Francisco Gayoso (CPF) 

Graduação em Comunicação Social (Jornalismo), mestrado em Estudos Culturais, doutorado em Comunicação e Cultura (UFRJ). Professor Adjunto da UFSB/CPF

Cristiane da Silveira Lima 

Graduação em Comunicação Social (Radialismo), mestrado e doutorado em Comunicação 

Social (UFMG). Professora Adjunta da UFSB/CSC 

Hamilton Richard Alexandrino Ferreira dos Santos 

Graduação em Ciências Sociais, especialização em História e Cultura no Brasil, mestrado em Comunicação, doutorado em Ciências Sociais (UNB). Professor Adjunto da UFSB/CSC

Spensy Kmitta Pimentel


Graduação em Comunicação Social (Jornalismo), mestrado e doutorado em Antropologia Social (USP). Professor Adjunto da UFSB/CSC

Rafael Patiño

Graduação em Psicologia, Mestre e Doutor em Psicologia, na área de concentração em Psicologia Social. Pós-doutor em Menória Social. Professor Adjunto da UFSB/CSC

Rodrigo Barreto


Graduação: Comunicação Social, Mestre e Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas. Professor Adjunto da UFSB/CSC 

Silvia La Regina


Graduação em Letras, mestrado e doutorado em Letras e Linguística (UFBA). Professora Adjunta da UFSB/CSC 

Fim do conteúdo da página