Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos do Curso de Engenharia Florestal visitaram multinacional

  • Publicado: Domingo, 02 de Setembro de 2018, 08h25
  • Última atualização em Domingo, 02 de Setembro de 2018, 08h28
  • Acessos: 357

Os alunos do curso de 2º ciclo de Engenharia Florestal (componente curricular: Introdução à Engenharia Florestal) da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) visitaram a Veracel Celulose S/A na última quarta-feira (29). Esta é uma das grandes empresas produtoras de celulose na região, com uma produção anual média de 1,1 milhão de toneladas. A visita ocorreu na cidade de Eunápolis-BA, onde localiza-se o Núcleo Florestal da empresa. A visita foi organizada pelo professor coordenador do Laboratório de Melhoramento Florestal e Análise de Dados (LMFAD) da UFSB, prof. Dr. Andrei Caíque Pires Nunes com a colaboração da prof. Dra. Ândrea Carla Dalmolin e da prof. Dra. Mara Lucia Agostini Valle. A especialista em melhoramento genético florestal da Veracel, Carla Garcia, conduziu a turma para setores importantes da empresa, como: laboratório de melhoramento genético, setor de controle de pragas e doenças, viveiros e áreas de produção de mudas. Além disso, os alunos tiveram a oportunidade de presenciar uma demonstração prática de polinização controlada em flores de eucalipto e uma discussão sobre Ecofisiologia de florestas plantadas. Segundo o aluno Paulo Bomfim, "a saída de campo para o núcleo florestal da Veracel foi importante para entender na prática em que áreas um engenheiro florestal pode atuar dentro de uma empresa. Lá pudemos acompanhar como a pesquisa florestal atua e como isso vai refletir na linha de produção e, por consequência, no produto final." O professor Andrei Nunes comentou que “nesta visita, os discentes tiveram a oportunidade de adquirir uma gama de conhecimentos práticos relacionados a diversos setores da empresa, dentre eles, o processo de produção de mudas de eucalipto em larga escala, o programa de melhoramento florestal, e as linhas de pesquisa e desenvolvimento que tem sido foco de trabalho. Esta vivência prática é muito importante para a assimilação de conceitos teóricos discutidos em sala, além de possibilitar o conhecimento sobre a rotina diária de um engenheiro florestal em uma grande empresa”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página