Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Pau Brasil é discutido em reunião com a UFSB
Início do conteúdo da página

Elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos de Pau Brasil é discutido em reunião com a UFSB

  • Publicado: Segunda, 20 de Maio de 2019, 10h42
  • Última atualização em Segunda, 20 de Maio de 2019, 10h42
  • Acessos: 416

Na última sexta-feira (17/05), a Reitora da UFSB, Profª Joana Angélica Guimarães, juntamente com as Coordenações de Integração Social, de Extensão e da Sustentabilidade, participou de reunião com a Prefeita de Pau Brasil, Bárbara Prado, estreitando as articulações para a colaboração técnica da Universidade na elaboração de um Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS).

A Reitora deu início à reunião contextualizando os impactos positivos da presença de uma Universidade Federal na região sul da Bahia, seu aporte para o comércio e economia das cidades sedes e vizinhas dos campi, contratação de mão de obra local,  impulsionamento do turismo, além de movimentos artístico-culturais e educativos que extrapolam a vivência acadêmica. E reafirmou o compromisso institucional com o desenvolvimento local, externando a intenção de ampliar os Programas de Extensão e atendimento à população, inclusive através de parcerias e acordos de colaboração com as Prefeituras em levantamentos e diagnósticos que auxiliem no gerenciamento de ações e projetos voltados ao desenvolvimento urbano sustentável.

Também presente na reunião, o chefe de gabinete e ativista ambiental José Fernando da Silva fez questão de salientar alguns problemas presentes na região que vão desde limites conflituosos entre aldeias e propriedades rurais a relevo acentuado, solo degradado, aterro irregular e efluentes não tratados. Mas enfatizou a emergência em elaborar e implementar o PMGIRS, para atender exigências do próprio MP-BA, que vem exigindo soluções imediatas para os resíduos gerados no município. Juntamente com os Secretários do Meio Ambiente e da Infraestrutura, toda a equipe presente foi unânime em afirmar que a busca por auxílio junto à UFSB é devido ao comprometimento da instituição com o desenvolvimento regional, levando conhecimento e ações aos locais mais necessitados.

A expectativa é que, a partir de um acordo guarda-chuva, a UFSB possa atuar em diferentes áreas, envolvendo docentes, técnicos e discentes em projetos de extensão que beneficiem a população do município e aportem soluções aos problemas urbanos. O decano do CFTCI, Prof. Marcelo Teles, ressaltou durante a reunião que a UFSB conta com um quadro diversificado de profissionais qualificados em áreas prioritárias ao desenvolvimento urbano - saneamento, mobilidade, cadastro territorial, recuperação de áreas degradadas, planejamento urbano, etc.; e que a Gestão Territorial Sustentável é uma das linhas de intertransdisciplinaridade do PPG em Engenharia Ambiental Urbana que engloba todas essas ações, e completou: “a melhoria na qualidade de serviços prestados por uma Prefeitura, juntamente com implementação do cadastro multi-utilitário, tendem a aumentar as arrecadações do município, gerando ainda um legado para as gerações futuras”.

Dando encaminhamento, a Prefeitura de Pau Brasil sinalizou interesse em converter parte da contrapartida aos projetos em bolsas de extensão estudantil, dando oportunidade aos discentes da UFSB de participarem ativamente do planejamento e construção de um município sustentável. 

 

Reuniao Pau Brasil

 

Informações: PROSIS

registrado em:
Fim do conteúdo da página