Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias - Promoção à Saúde Estudantil

DOENÇA DE HAFF

  • Publicado: Sexta, 20 de Novembro de 2020, 10h29
  • Última atualização em Sexta, 20 de Novembro de 2020, 10h43
  • Acessos: 857

DOENÇA DE HAFF 2

 

Doença de Haff

Inicialmente descrita há menos de um século, a doença de Haff tem sua ocorrência associada com a ingestão de peixe de água doce ou crustáceos e que requer maiores estudos para identificar a toxina envolvida e seu mecanismo de ação,

No dia 12/11, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou três novos casos da doença de Haff, no município de Camaçari-BA, todos com relato de consumo de pescado.

Sintomas relacionados

Ocorrência súbita de extrema dor e rigidez muscular, dor torácica, falta de ar, dormência e perda de força em todo o corpo, além da urina cor de café. 

Orientações gerais à população

Aos primeiros sintomas, busque uma unidade de saúde imediatamente e identifique outros indivíduos que possam ter consumido do mesmo peixe ou crustáceo para captação de possíveis novos casos da doença.

 

Referências:

PEI,P. et al. The Emergence, Epidemiology, and Etiology of Haff Disease. Biomed Environ Sci, v.32, n.10,p. 769-778, 2019. https://doi.org/10.3967/bes2019.096

SECRETARIA da Saúde da Bahia confirma três novos casos de doença de Haff. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/2020/11/12/secretaria-da-saude-da-bahia-confirma-tres-novos-casos-de-doenca-de-haff/. Acesso em: 16 nov. 2020.

Fim do conteúdo da página