Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Extensão > Notícias > Pró-Reitoria de Extensão e Cultura lança programa para divulgar ações de extensão durante a pandemia
Início do conteúdo da página

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura lança programa para divulgar ações de extensão durante a pandemia

Escrito por Extensão | Publicado: Sexta, 21 de Agosto de 2020, 14h26 | Última atualização em Sexta, 21 de Agosto de 2020, 14h26 | Acessos: 189

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEX) anuncia a criação do Programa Institucional Extensão em Rede: "tecer o comum”, que será lançado na próxima terça-feira, 25 de agosto. A proposta é acompanhar e divulgar as ações de extensão em execução na UFSB e em parceria com outras instituições nos territórios de abrangência da UFSB nestes tempos de pandemia.

Na semana de lançamento do Programa, serão realizadas duas lives no instagram da extensão (@ufsbextensao): na terça (25), às 17h, com o artista Goca Moreno; e na quinta (27), às 17h, com a professora Carolina Bessa, coordenadora do Programa Permanente de Extensão em Direitos Humanos.

“Tecer o comum é um termo que emprestamos da escritora e jornalista Eliane Brum e que significa, para nós, delinear possibilidades de articulação universitária e com as comunidades externas e também as pluralidades extensionistas diante dos desafios da pandemia e à altura das complexidades do nosso tempo”, explica a Pró-Reitora de Extensão e Cultura, Lilian Reichert Coelho.

imagem1

Além do foco em atividades voltadas para o enfrentamento à pandemia e seus impactos sociais, o Programa abarca as atividades de extensão em geral, o que inclui as que não têm relação direta com a pandemia, mas que continuam sendo executadas mesmo com os limites impostos pelo isolamento. A partir do acompanhamento sistemático e da divulgação das ações, o Programa pretende estimular soluções extensionistas entre o corpo técnico, discente e docente da UFSB e criar espaços de diálogo sobre as possibilidades da extensão universitária frente aos desafios apresentados nos territórios do Sul e Extremo Sul da Bahia.

“A ideia nasceu da principal pergunta que a extensão se fez logo no início da pandemia: Como estar presente junto às comunidades estando fisicamente distante?”, explica a professora Alessandra Simões, Coordenadora do Programa e do Setor de Planejamento e Gestão da Extensão da PROEX, lembrando que a iniciativa vai ao encontro das premissas atuais do Forproex (Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras), que vem mapeando as atividades em nível nacional.

O site do programa (www.extensaoemrede.com) é a principal ferramenta para a divulgação das atividades. Criado pela estudante Dayane Costa, do Bacharelado Interdisciplinar em Humanidades (CJA), bolsista da Bolsa de Apoio à Permanência (BAP), sob orientação da professora Alessandra, o site apresenta interface amigável e visual despojado para dar ênfase a sua comunicabilidade. Para isso, a PROEX contou com a colaboração do artista visual Goca Moreno, ielhense de projeção internacional, que cedeu a imagem da pintura “Carnaval” para servir de base à identidade visual do site e de outros materiais de divulgação que venham a ser desenvolvidos. O site servirá de ponte entre as redes sociais da PROEX (instagram, facebook e youtube), que têm crescido bastante em acessos desde o início da pandemia.

Com caráter intersetorial e interinstitucional, o Programa também pretende ser um espaço sistemático para a reflexão a respeito dos caminhos impostos por este novo cenário social à extensão universitária. Em fase de cadastro no SIGAA Módulo Extensão, por conta da fase de consolidação de parcerias internas e externas, o Programa já conta com o apoio da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas (Proaf), que compartilhou seu banco de projetos extensionistas BAP para que a PROEX possa trabalhar também com estas atividades.

Um dos momentos-chave para o Programa será a realização do II Congresso de Extensão da UFSB, com previsão para novembro deste ano, quando a PROEX pretende reunir instituições de ensino superior dos territórios de abrangência da UFSB para avaliar e traçar um panorama da extensão no Sul e Extremo Sul da Bahia neste ano. Também terão destaque no evento os projetos contemplados pelo edital 07/2020, cujas atividades estão funcionando como importante termômetro para as novas metodologias de trabalho da extensão no contexto do isolamento.Oriki

A professora Alessandra explica que “o Programa é um caminho que encontramos para manter o contato com nossas e nossos extensionistas de forma mais próxima. Apesar de tantas dificuldades, especialmente no tocante ao financiamento das universidades de forma geral, nosso corpo docente está fazendo muita coisa. Então, acho que o diálogo e o reconhecimento são formas de potencializar o que já vem sendo feito, de nos fortalecer frente a um momento tão complexo como este”.

Ela aponta como exemplo interessante a recente programação de lives intituladas “Mulheres Negras na Extensão da UFSB”, que vem ocorrendo no instagram da PROEX. “Apesar de um recurso aparentemente simples, a live acaba criando um patrimônio audiovisual bastante significativo. Já conseguimos migrar esse conteúdo para o youtube da Extensão. Além de contar suas histórias pessoais, que são muito contundentes, verdadeiros exemplos de luta e superação, essas mulheres mostram o quanto a extensão, aliada ao ensino e à pesquisa, é realmente um modo de operar junto às comunidades de forma transformadora e afetiva”, conclui Alessandra..

Sugestões de divulgação de atividades para o Programa Institucional Extensão em Rede: “tecer o comum” podem ser enviadas para: extensao@ufsb.edu.br

Proex na internet:

Instagram: @ufsbextensao

Facebook: ufsbextensao

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCqjJj4eb1sNQDKtbSDXULPg

Texto: PROEX

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página