Portal do Governo Brasileiro
Sustentabilidade

UFSB recebe prefeita de Pau Brasil para estreitar relações

Semana passada, a UFSB recebeu a visita da recém-empossada Prefeita do Município de Pau Brasil, Bárbara Suzete de Souza, acompanhada do Secretário de Infraestrutura, Antônio Prado, da Secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Profa. Raimunda Lúcia, o Chefe de Gabinete e Coordenador da Câmara Técnica de Desenvolvimento e Sustentabilidade do CIMA, José Fernando Santos da Silva e o Coordenador de Ensino e Apoio Pedagógico do Município, Idelson Nascimento, no Campus Jorge Amado.

O objetivo da visita foi conhecer melhor a universidade e estreitar as relações entre a cidade e a Instituição. A comitiva foi recebida por representantes da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social, os servidores Jorge Guimarães e Valerie Nicollier.

Inicialmente, a Prefeita e a Secretária de Educação apresentaram a situação do sistema educacional do município de Pau Brasil e os desafios da nova gestão, demonstrando grande interesse em contar com a parceria da Universidade Federal do Sul da Bahia para alavancar o desenvolvimento da região.

Os servidores da universidade apresentaram o modelo pedagógico da UFSB, explicando a estrutura acadêmica e sua organização em ciclos, o funcionamento da rede de colégios universitários e o ensino meta-presencial.

Além disso, foram atualizadas informações sobre a parceria entre a UFSB e o Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica – CIMA, cuja formalização está em curso. Pau Brasil representa um dos municípios que participa ativamente da criação de projetos relacionados à sustentabilidade no contexto desta parceria. 

A cidade de Pau Brasil

Pau Brasil é um município com aproximadamente 11 mil habitantes (IBGE, 2010), pertencente ao Território Litoral Sul, que faz fronteira com os municípios Camacan, Itajú da Colônia, Potiraguá e Itapetinga. Dos seus quase 2700 alunos de Ensino Básico (IBGE, 2015), aproximadamente, 100 jovens concluem anualmente o Ensino Médio. Recentemente o município foi contemplado pelo Programa Cidade Digital. Através deste projeto, a atual gestão pretende democratizar o uso da tecnologia de informação e comunicação, gerar oportunidades de desenvolvimento econômico e social, diminuir os índices de exclusão digital e promover a construção da cidadania e o desenvolvimento local em bases sustentáveis.


UFSB realiza Mutirão de Limpeza de Praia em Ilhéus

O Mutirão de Limpeza de Praia, iniciativa conjunta da UFSB e do Shopping Jequitibá, ocorreu no domingo, 15 de janeiro, na Praia do Sul de Ilhéus. A atividade foi das 10h às 13h, abrangendo a área do Hotel Opaba (km 0 da Rodovia Ilhéus – Olivença), até o início da Praia dos Milionários. Participaram da atividade seis servidores (docentes e técnicos) e seis estudantes da UFSB, além de representantes do Shopping e moradores do local. Conforme a coordenação de Sustentabilidade da PROSIS, o resultado foi a coleta e retirada de quase 500 Kg de rejeitos, principalmente plásticos. Esse tipo de material gera problemas no ambiente devido à liberação de substâncias tóxicas na água e à sua ingestão por animais marinhos.


A importância de participar da Coleta Seletiva Solidária da UFSB- CJA

A Coleta Seletiva Solidária está sendo implantada no Campus Jorge Amado. A iniciativa, coordenada pelo ECOTIME, é uma forma de exercer práticas sustentáveis defendidas pela Universidade.

Pratique a Coleta Seletiva Solidária na UFSB depositando seu material reciclável nas lixeiras específicas para PAPEL, PLÁSTICOS e OUTROS e suas bitucas nas lixeiras PAPA-BITUCAS. As lixeiras estão sendo depositadas nos setores da Sede, Pavilhão e pontos estratégicos da área externa. “OUTROS” inclui materiais orgânicos e todos os materiais “sujos” por orgânicos, assim como copos e pratos descartáveis, guardanapos, embalagens molhadas ou que contêm restos de alimentos etc.

Essa primeira etapa de implantação da Coleta Seletiva Solidária ainda é de alcance limitado, pois, até o momento, o ECOTIME conta com apenas uma parceria formalizada com a COOPOTREC, que recebe doações exclusivamente de papéis (papelão e semelhantes) e plásticos, secos e limpos, para reciclagem.

Mesmo assim, desde outubro de 2015, já foram retirados 4 caminhões (aproximadamente 1 tonelada) desses materiais do CJA pela COOPOTREC. A doação dos materiais ajuda na manutenção da cooperativa que conta com 7 catadores cooperados e uma rede de 42 catadores livres que trabalham em parceria com a cooperativa.

Os outros campi têm incentivado Cooperativas locais para que possam, em breve, implantar o mesmo sistema.

Podemos ser a mudança que queremos no Mundo!

Descrição da Imagem ‪#‎PraCegoVer‬: Imagem de duas lixeiras. Uma escrita “Papel” e outra “Plástico” com o símbolo da reciclagem.


ECOTIME confecciona lixeiras para Coleta Seletiva

Os jovens do ECOTIME estão confeccionando as lixeiras da Coleta Seletiva Solidária, reaproveitando materiais que foram descartados. As lixeiras serão disponibilizadas em todos os espaços do CJA e, para confeccioná-las, a equipe solicita a doação dos seguintes materiais:

  • Galões de água
  • Latas de tinta e de leite em bom estado
  • Caixas de papelão (muito fortes)
  • Tampinhas de garrafa (todo tipo e tamanho)
  • Garrafas Pets
  • Papéis coloridos, revistas, jornais..
  • Retalhos de panos, TNT, EVA, celofane etc.
  • Caixotes de madeira ou plástico em bom estado.

Local de entrega: Valerie, na PROSIS

Alunos confeccionando as lixeiras


UFSB assina Termo de Compromisso com a COOPOTREC e inicia Coleta Seletiva

A UFSB recebeu, na manhã deste dia (28) , a Cooperativa Popular dos Trabalhadores de Reciclagem (COOPOTREC) para assinar o Termo de Compromisso para ser iniciada a Coleta Seletiva Solidária na Instituição.

Essa é uma importante medida estabelecida pelo Decreto 5.940/2006, que institui a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis. A medida visa auxiliar Cooperativas ou Associações e contribuir com a sustentabilidade.

Apesar de o Termo só ter sido assinado hoje, a UFSB, contando com sua equipe de manutenção, já vinha separando o material reciclado para doação. Até o momento, a Universidade conseguiu separar quase 1 tonelada de materiais, como papelão e plástico.

Além da doação feita por parceiros, a Cooperativa também aceita a doação de outras pessoas, que pode ser realizada na Rua dos Trovadores, nº233, Monte Líbano. A intenção é, em breve, começar o projeto “Ciclo-Reciclagem”, onde a Cooperativa pretende utilizar bicicletas para coletar materiais em pontos fixos no centro do Município da Itabuna.

A COOPOTREC foi a única Cooperação/Associação a se habilitar graças à parceria com a Prefeitura Municipal de Itabuna e com outras Instituições, como a UESC, que contribuem com a manutenção da Cooperativa.

Buscando concretizar o projeto, a UFSB poderá reabrir, a qualquer momento, o edital para que as cidades em que está instalada (Porto Seguro e Teixeira de Freitas) consigam também ter Cooperativas/Associações inscritas.

O edital que tornou público o procedimento de habilitação das associações e/ou cooperativas de catadores de materiais recicláveis e seus anexos podem ser visualizados no site da Universidade: www.ufsb.edu.br/editais-2015


UFSB participa do II Encontro Latino Americano de Universidades Sustentáveis

Nos dias 29 e 30 de outubro, aconteceu o II ELAUS – Encontro Latino Americano de Universidades Sustentáveis, na Escola de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em Porto Alegre. Além da UFRGS, o evento foi organizado também pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade de Passo Fundo (UPF) e Hamburg University of Applied Sciences (HAW Hamburg).

O ELAUS tem como objetivo reforçar o compromisso do ensino superior com o desenvolvimento sustentável do planeta. Além de reforçar as discussões entre as instituições de ensino superior da América Latina, bem como a formação de redes.

Representando a UFSB, estavam presentes o professor Asher Kiperstok, que apresentou sobre o tema: “O Uso Racional de Água e Energia nas Universidades”, e Valerie Nicollier, com o tema: “A sustentabilidade na UFSB: princípios inovadores para as dimensões de gestão, ensino, pesquisa e a relação com a sociedade em busca de uma nova cultura institucional”.

Puderam participar do evento, universidades localizadas no Brasil, Argentina, México, Uruguai, Colômbia, Chile, Peru, Equador, Bolivia, Espanha, Portugal e demais países Ibero-americanos. Professores, pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, gestores universitários e comunidade em geral interessada em aprimorar seus conhecimentos e práticas em sustentabilidade.

Foto enviada por participante do evento.


II Encontro das Águas

Na última terça-feira, 02 de setembro, aconteceu o II Encontro do Fórum das Águas, coordenado pelo Centro das Águas. O evento teve como objetivo envolver os segmentos organizados da sociedade no processo de uso e gestão das águas/recursos hídricos para o desenvolvimento sustentável do Rio Cachoeira. O Fórum conta com a participação de 22 instituições e a UFSB foi representada pela sua Coordenadora de Ensino & Pesquisa em Sustentabilidade – PROSIS. O Prof. Genebaldo Freire Dias abrilhantou o encontro com uma palestra que sensibilizou toda a platéia pela necessidade urgente de reverter o quadro de degradação do nosso Rio Cachoeira.

 


Palestra sobre Coleta Seletiva é realizada para funcionários da UFSB

No sábado, 29 de agosto, Patrick e Eric, representantes da COOPOTREC, fizeram uma palestra para a nossa equipe da limpeza, para orientar na implantação da Coleta Seletiva Solidária.

Foto: Valerie Nicollier

Coleta Seletiva na UFSB

A UFSB está se preparando para implantar a Coleta Seletiva Solidária em todos os campi. Nos três municípios-sede da nossa universidade, já foram identificadas e contatadas as cooperativas, associações, catadores, artesãos ou outros profissionais que trabalham com materiais recicláveis e, no decorrer do mês de setembro, estamos prosseguindo com a formalização das parcerias. A Coleta Seletiva Solidária será implantada nos três campi no início do quadrimestre 2015.3. 

 

 

 

A Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS é a instância responsável pela promoção da sustentabilidade nas ações da UFSB, de sua comunidade acadêmica e da sociedade em que se insere. Desde a sua fundação, a UFSB assume o compromisso com a sustentabilidade e busca incorporar a ideia da ecoeficiência, tendo a produção e o consumo sustentáveis como princípios estruturantes para sua implantação e seu funcionamento. Isso significa que, além do menor impacto com os ecossistemas locais e regionais, devem ser procuradas soluções para a redução do uso e a adequada gestão dos recursos naturais, levando em consideração os limites planetários.

Desde o Relatório “O Nosso Futuro Comum” chegou-se a um amplo consenso de que a sustentabilidade se constitui no tripé: economia, sociedade e natureza. Portanto, o desenvolvimento sustentável é alcançado em situações que contemplam as três dimensões simultaneamente, atendendo as necessidades de toda humanidade, no presente e no futuro. Nesse sentido, a sustentabilidade é estreitamente relacionada à justiça social, fato este reconhecido na UFSB que, através da PROSIS busca desenvolver a sustentabilidade tanto na universidade, como na sua relação com a sociedade, promovendo, simultaneamente uma radical integração social.


Todos os setores da UFSB têm essa responsabilidade e compromisso, mas a PROSIS tem um papel fundamental na realização e divulgação da sustentabilidade e integração social na UFSB e na sociedade. A criação dos campi sustentáveis e a garantia de acesso e permanência dos estudantes na universidade, através dos programas de integração social, deverão transformar a universidade em um “laboratório vivo”, espaço de co-criação que serve de exemplo, conscientiza e forma pessoas, de acordo com os princípios da sustentabilidade e da justiça social.

COMO POSSO CONTRIBUIR PARA UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL?

Para que o princípio da sustentabilidade tenha incidência transversal em todas as dimensões da vida universitária, foi criada uma instância específica de gestão que integra dois pilares do projeto original da UFSB: a Pró-reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS. A PROSIS propõe uma política de sustentabilidade para a UFSB, a ser implementada em duas frentes complementares:

Por um lado, apontando para a redução de impactos negativos sobre o ambiente em que se insere, se propõe a participar efetivamente do desenho e implantação dos campi sustentáveis da UFSB. Neste sentido, trabalha para criar e fomentar uma cultura institucional que determina, além de sua política de compras e serviços, a utilização racional da água, da energia, da infraestrutura, da logística e de materiais de consumo, bem como o adequado tratamento de resíduos, em todos os ambientes em que se instala.

Por outro lado, visando amplificar os benefícios de sua presença no território, adota a recomendação do Conselho Estratégico Social (CES) da UFSB  que sugere a água como tema integrador e estruturante da sustentabilidade regional. Nesta direção, propõe que a Universidade atue prioritariamente, em conjunto com outras organizações e colegiados de gestão participativa do território, para revitalização de rios e bacias hidrográficas, saneamento ambiental, ampliação da cobertura florestal, conservação da sociobiodiversidade, valorização da agroecologia e ampliação da resiliência de grupos e ambientes, urbanos e rurais, frente às mudanças climáticas e à crise sistêmica que vivemos.

Consumo Sustentável

A UFSB nasceu com a firme intenção de ser uma Universidade Sustentável. Mas, como uma organização pode ser sustentável? Uma organização é feita por pessoas: por mim, por você e todos os outros… E todos nós podemos contribuir para um mundo mais sustentável!!

Quer saber como? Clique aqui! 

Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS

Em relação à temática Sustentabilidade, a PROSIS tem como atribuições estatutárias e administrativas:

  1. O desenvolvimento de políticas para a sustentabilidade, a gestão ambiental, a integração social e a articulação comunitária e institucional.
  2. O estabelecimento de diretrizes ambientais, arquitetônicas e urbanísticas para a implantação dos campi da UFSB em Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro, além das instalações dos Colégios Universitários da Rede Anísio Teixeira.
  3. O desenvolvimento de processos de educação socioambiental junto à comunidade interna (estudantes e servidores docentes e técnico-administrativos) e externa (instituições públicas, privadas, movimentos populares e ambientalistas).

Para a efetivação das políticas previstas, a UFSB criou uma Coordenação de Sustentabilidade – CS

Os principais eixos de atuação da Coordenação de Sustentabilidade são:
– Vida sustentável no campus;
– Ensino e pesquisa em sustentabilidade;
– Sociedade e sustentabilidade.

Para o desenvolvimento das ações da CS, foram concebidos quatro setores: Setor de Educação para a Sustentabilidade, Setor de Gestão Ambiental, Setor de Projetos Especiais em Sustentabilidade e Setor da Rede de Universidades Sustentáveis. Cada setor compreende várias seções. Atualmente, funcionam o Setor de Gestão Ambiental e a sua Seção de Programas Permanentes.

Setor de Educação para a Sustentabilidade

Com foco na formação acadêmica dos estudantes na área da sustentabilidade, o Setor tem como finalidade promover a transversalização desta temática nas atividades de ensino, pesquisa e extensão, mediante:
1. A reunião, articulação, fortalecimento e divulgação dos programas, projetos e iniciativas de ensino, pesquisa e extensão que têm no seu escopo a sustentabilidade.
2. A proposição de referências teórico-metodológicas para ambientalização das atividades de ensino, pesquisa e extensão da UFSB.
3. A introdução, nos processos de planejamento, execução e avaliação dos componentes curriculares, princípios norteadores que contribuem para a ambientalização do currículo da UFSB.
4. O estímulo à formação de grupos de pesquisa em áreas relacionadas à sustentabilidade.
5. O estímulo ao desenvolvimento de projetos de pesquisa e extensão em áreas relacionadas à sustentabilidade.
6. A integração das aprendizagens e dos conhecimentos em sustentabilidade gerados na UFSB ao modelo e às práticas de gestão dos próprios campus universitários;
7. O estabelecimento de intercâmbios com grupos, redes e instituições de caráter socioambiental e/ou educacional, em especial na perspectiva da interlocução ibero-americana.

O Setor de Educação para a Sustentabilidade é formada por duas seções: Setor de Educação Socioambiental e o Setor de Pesquisa em Sustentabilidade.

Setor de Gestão Ambiental (SGA)

A SGA tem como finalidade promover ações para garantir a adequação e certificação ambiental da UFSB, através da promoção de boas práticas e processos sustentáveis no âmbito da administração e gestão da UFSB.

Ela é formada por duas seções: Seção de Plano de Logística Sustentável e Seção de Programas Permanentes, responsável pelos Programas “Uso Racional de Água e Energia”, “Coleta Seletiva Solidária”, entre outros.

Setor de Projetos Especiais em Sustentabilidade

Esse setor compreende a Seção do Programa de Ecotimes da UFSB, a Seção de Eventos Sustentáveis e a Seção de Parcerias Institucionais.

Setor da Rede de Universidades Sustentáveis

Esse setor inclui a Seção de Intercâmbio e Editais, sendo responsável pela criação e manutenção de parcerias com outras universidades com interesses convergentes na área da sustentabilidade.

 

A economicidade, a otimização da relação custo-benefício e a eficiência são princípios inerentes à Administração Pública. Porém, para constituirmos uma universidade sustentável, precisamos ir além disso. A Agenda Ambiental da Administração Pública (A3P) do Ministério do Meio Ambiente, publicada em 2009, o Decreto nº 7.746 e a respectiva Instrução Normativa n° 10, de 2012, referindo-se ao Plano de Gestão de Logística Sustentável, assim como a Portaria n°23 de 2015, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que regulamenta a gestão adequada da água e da energia nos órgãos públicos, assim como a nossa Carta de Fundação e o Plano Orientador da UFSB apontam para o desenvolvimento de uma nova cultura institucional, a cultura da sustentabilidade.

Portanto, iniciamos a Campanha da UFSB pela Sustentabilidade que consiste das seguintes iniciativas:

 

 

A Coordenação de Integração Social planeja e executa ações de integração da universidade com os diversos segmentos sociais do Sul e Extremo Sul da Bahia. Sua atuação inclui a articulação institucional e a mobilização de grupos, organizações, povos e comunidades para promoção da equidade, do desenvolvimento e da sustentabilidade neste território.

Há forte atuação como instância de assessoria do Conselho Estratégico Social (CES), órgão consultivo do sistema de gestão universitária. É também responsável, junto com o CES, pelo planejamento e realização do Fórum Social da UFSB — espaço de construção coletiva das linhas de ação que estruturam a política extensionista da UFSB, ao mesmo tempo em que direcionam atividades de ensino, pesquisa, criação e inovação acadêmica para o atendimento de demandas sociais da região.

Plano de Sustentabilidade

Vida no campus

Ensino em Sustentabilidade

Pesquisa em Sustentabilidade

A UFSB, a sustentabilidade e a região

Gestão sustentável


UFSB Copyright 2015. UFSB - Universidade Federal do Sul da Bahia - Todos os direitos reservados. Google+