Portal do Governo Brasileiro
Sustentabilidade

COMO POSSO CONTRIBUIR PARA UM MUNDO MAIS SUSTENTÁVEL?

Para que o princípio da sustentabilidade tenha incidência transversal em todas as dimensões da vida universitária, foi criada uma instância específica de gestão que integra dois pilares do projeto original da UFSB: a Pró-reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS. A PROSIS propõe uma política de sustentabilidade para a UFSB, a ser implementada em duas frentes complementares:

Por um lado, apontando para a redução de impactos negativos sobre o ambiente em que se insere, se propõe a participar efetivamente do desenho e implantação dos campi sustentáveis da UFSB. Neste sentido, trabalha para criar e fomentar uma cultura institucional que determina, além de sua política de compras e serviços, a utilização racional da água, da energia, da infraestrutura, da logística e de materiais de consumo, bem como o adequado tratamento de resíduos, em todos os ambientes em que se instala.

Por outro lado, visando amplificar os benefícios de sua presença no território, adota a recomendação do Conselho Estratégico Social (CES) da UFSB  que sugere a água como tema integrador e estruturante da sustentabilidade regional. Nesta direção, propõe que a Universidade atue prioritariamente, em conjunto com outras organizações e colegiados de gestão participativa do território, para revitalização de rios e bacias hidrográficas, saneamento ambiental, ampliação da cobertura florestal, conservação da sociobiodiversidade, valorização da agroecologia e ampliação da resiliência de grupos e ambientes, urbanos e rurais, frente às mudanças climáticas e à crise sistêmica que vivemos.

Veja mais notícias

 

 

A Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS é a instância responsável pela promoção da sustentabilidade nas ações da UFSB, de sua comunidade acadêmica e da sociedade em que se insere. Desde a sua fundação, a UFSB assume o compromisso com a sustentabilidade e busca incorporar a ideia da ecoeficiência, tendo a produção e o consumo sustentáveis como princípios estruturantes para sua implantação e seu funcionamento. Isso significa que, além do menor impacto com os ecossistemas locais e regionais, devem ser procuradas soluções para a redução do uso e a adequada gestão dos recursos naturais, levando em consideração os limites planetários.

Desde o Relatório “O Nosso Futuro Comum” chegou-se a um amplo consenso de que a sustentabilidade se constitui no tripé: economia, sociedade e natureza. Portanto, o desenvolvimento sustentável é alcançado em situações que contemplam as três dimensões simultaneamente, atendendo as necessidades de toda humanidade, no presente e no futuro. Nesse sentido, a sustentabilidade é estreitamente relacionada à justiça social, fato este reconhecido na UFSB que, através da PROSIS busca desenvolver a sustentabilidade tanto na universidade, como na sua relação com a sociedade, promovendo, simultaneamente uma radical integração social.


Todos os setores da UFSB têm essa responsabilidade e compromisso, mas a PROSIS tem um papel fundamental na realização e divulgação da sustentabilidade e integração social na UFSB e na sociedade. A criação dos campi sustentáveis e a garantia de acesso e permanência dos estudantes na universidade, através dos programas de integração social, deverão transformar a universidade em um “laboratório vivo”, espaço de co-criação que serve de exemplo, conscientiza e forma pessoas, de acordo com os princípios da sustentabilidade e da justiça social.

Consumo Sustentável

A UFSB nasceu com a firme intenção de ser uma Universidade Sustentável. Mas, como uma organização pode ser sustentável? Uma organização é feita por pessoas: por mim, por você e todos os outros… E todos nós podemos contribuir para um mundo mais sustentável!!

Quer saber como? Clique aqui! 

Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social – PROSIS

Em relação à temática Sustentabilidade, a PROSIS tem como atribuições estatutárias e administrativas:

  1. O desenvolvimento de políticas para a sustentabilidade, a gestão ambiental, a integração social e a articulação comunitária e institucional.
  2. O estabelecimento de diretrizes ambientais, arquitetônicas e urbanísticas para a implantação dos campi da UFSB em Itabuna, Teixeira de Freitas e Porto Seguro, além das instalações dos Colégios Universitários da Rede Anísio Teixeira.
  3. O desenvolvimento de processos de educação socioambiental junto à comunidade interna (estudantes e servidores docentes e técnico-administrativos) e externa (instituições públicas, privadas, movimentos populares e ambientalistas).

Para a efetivação das políticas previstas, a UFSB criou uma Diretoria de Sustentabilidade – DS

Os principais eixos de atuação da DS são:

– Vida sustentável no câmpus;

– Ensino e pesquisa em sustentabilidade;

– Sociedade e sustentabilidade.

Para o desenvolvimento das ações da DS, foram concebidas duas coordenações: a Coordenação de Educação e Pesquisa em Sustentabilidade e a Coordenação de Gestão Ambiental.


Coordenação de Educação e Pesquisa em Sustentabilidade

Tem como finalidade promover a transversalização da temática sustentabilidade nas atividades de ensino e pesquisa da universidade, mediante:

  1. A reunião, articulação, fortalecimento e divulgação dos programas, projetos e iniciativas de ensino e pesquisa que têm no seu escopo a sustentabilidade.
  2. A proposição de referências teórico-metodológicas para ambientalização das atividades de ensino e pesquisa da UFSB.
  3. A introdução, nos processos de planejamento, execução e avaliação dos componentes curriculares, princípios norteadores que contribuem para a ambientalização do currículo da UFSB.
  4. O estímulo à formação de grupos de pesquisa em áreas relacionadas à sustentabilidade.
  5. O estímulo ao desenvolvimento de pesquisas em áreas relacionadas à sustentabilidade.
  6. A integração das aprendizagens e dos conhecimentos em sustentabilidade gerados na UFSB ao modelo e às práticas de gestão dos próprios campus universitários;
  7. O estabelecimento de intercâmbios com grupos, redes e instituições de caráter socioambiental e/ou educacional, em especial na perspectiva da interlocução ibero-americana.

A Coordenação de Educação e Pesquisa em Sustentabilidade é formada por dois setores: Setor de Educação Socioambiental e o Setor de Pesquisa em Sustentabilidade.


Setor de Educação Socioambiental

Responsável pelo desenvolvimento de processos de educação socioambiental junto à comunidade interna (estudantes e servidores docentes e técnico-administrativos) e externa (instituições públicas, privadas, movimentos populares e ambientalistas).


Setor de Pesquisa em Sustentabilidade

Tem a incumbência de:

  1. Estimular, fortalecer, articular e divulgar pesquisas em sustentabilidade.
  2. Promover a interação dos pesquisadores da UFSB com o ambiente externo, nos três setores (empresarial, governamental, sociedade civil).
  3. Contribuir para a integração dos conhecimentos gerados pelas mesmas ao modelo de gestão dos campi universitários;

Coordenação de Gestão Ambiental (CGA)

A CGA tem como finalidade promover ações para garantir a adequação e certificação ambiental da UFSB, através da promoção de boas práticas e processos sustentáveis no âmbito da administração e gestão da UFSB.

Ela é formada por dois setores: Setor de Sistema de Gestão Ambiental e o Setor de Estudos e Diretrizes.


Setor do Sistema de Gestão Ambiental

Tem a incumbência de:

  1. Implementar e operar o sistema de gestão ambiental nas unidades da UFSB.
  2. Obter a certificação periódica do sistema de gestão ambiental da UFSB.

 

Setor de Estudos e Diretrizes

Tem a incumbência de apoiar a concepção e elaboração de estudos e diretrizes para a implantação integral das unidades da UFSB, respeitando os princípios da sustentabilidade e do uso racional dos recursos.

A economicidade, a otimização da relação custo-benefício e a eficiência são princípios inerentes à Administração Pública. Porém, para constituirmos uma universidade sustentável, precisamos ir além disso. A Agenda Ambiental da Administração Pública (A3P) do Ministério do Meio Ambiente, publicada em 2009, o Decreto nº 7.746 e a respectiva Instrução Normativa n° 10, de 2012, referindo-se ao Plano de Gestão de Logística Sustentável, assim como a Portaria n°23 de 2015, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, que regulamenta a gestão adequada da água e da energia nos órgãos públicos, assim como a nossa Carta de Fundação e o Plano Orientador da UFSB apontam para o desenvolvimento de uma nova cultura institucional, a cultura da sustentabilidade.

Portanto, iniciamos a Campanha da UFSB pela Sustentabilidade que consiste das seguintes iniciativas:

 

 

 

 

 

Comitê Consultivo em Sustentabilidade

Comitê Consultivo de Sustentabilidade

Faz parte da estrutura administrativa da UFSB o Comitê Consultivo de Sustentabilidade, que tem como objetivo promover o diálogo com a comunidade externa, com foco na sustentabilidade.

Comitê Consultivo de Sustentabilidade

Plano de Sustentabilidade

Vida no campus

Ensino em Sustentabilidade

Pesquisa em Sustentabilidade

A UFSB, a sustentabilidade e a região

Gestão sustentável


UFSB Copyright 2015. UFSB - Universidade Federal do Sul da Bahia - Todos os direitos reservados. Google+