Portal do Governo Brasileiro
LI em Artes e suas Tecnologias

Em muitos contextos da educação formal, ainda se verifica um mal-entendido sobre o papel do professor de Artes, sendo esta atribuição muitas vezes delegada de forma arbitrária a docentes que sequer apresentam interesse pelo trabalho artístico. Neste caso, currículos escolares deixam pouco espaço para o pensamento e a atividade artística, negligenciando seu papel na formação acadêmico-cidadã plena e deixa-se de lado uma gama de expressões artísticas presentes e atuantes no mundo contemporâneo.

Na UFSB, a estrutura da LI em Artes é bastante similar àquela do BI em Artes, mantendo a Formação Geral idêntica (excetuando o CC orientador do Campo), Práticas Compartilhadas Ateliês, entre o 4o e o 9o quadrimestres (400 h) e a oferta de componentes optativos da Grande Área de Artes e Livres, acrescido de 400 horas de Práticas Compartilhadas e 270 horas de CCs Específicos da Formação Docente, totalizando uma carga maior que o BI, de 2.900 horas.

Além dos CCs obrigatórios do Núcleo Comum da Formação Específica (NCFE) em LI – Educação Ambiental e Sustentabilidade (30h), Educação e Direitos Humanos (30h), Políticas Públicas Educacionais e Gestão Escolar (60h) e Práticas Educacionais Compartilhadas (30h) -, o estudante que escolheu a LI em Artes e suas Tecnologias está convidado a completar o seu percurso nesse próximo quadrimestre-letivo a partir da seguinte matriz de oferta sugerida:

1. Poéticas negrodescendentes (30h)
2. Cinema e Alteridade nas Américas (60h)
3. Ateliê de práticas artísticas (60h)
No CC Poéticas negrodescendentes (30h), pretende-se realizar uma apropriação de elementos de culturas negrodescendentes como meio de afirmação identitária no campo artístico e/ou nas expressões espetaculares fundadas na tradição popular, no Brasil e na Diáspora negra.

No CC Cinema e Alteridade nas Américas (60h), o cinema é tomado não como uma linguagem artística ou como suporte, mas como instância ampla de experiência que possibilita aos povos ameríndios e outros povos nativos (australianos, siberianos, africanos) tornar visível algo antes invisível não apenas para problematizar os processos de invisibilização de suas memórias, mas para nos apresentar uma outra ontologia da imagem.

No CC Ateliê de práticas artísticas (60h), os estudantes trabalharão em ateliês coletivos, onde um projeto artístico individual será desenvolvido.

Quanto aos demais CCs Optativos da Grande Área, serão também oferecidos:
1. Oficina de Textos em Língua Inglesa aplicados às Artes (60h);
2. Estudo sobre corpo e movimento expressivo (30h);
3. Cultura material nas Américas (60h);
4. Encontro com artistas (30h) e Encontro com artistas: curadoria (30h)

No CC Estudo sobre corpo e movimento expressivo (30h) serão trabalhados movimento corporal e espacialização, e domínio do movimento expressivo (percursos, ritimicidade, temporalidade, oposições expressivas, projeções no espaço, apropriação, exteriorização, adequação, ressonância, sequência, continuidade, reverberação), mas também memória e partitura corporal; e processos de agenciamento dos sujeitos em suas corporalidades na relação com o texto corporal: produção, invenção, execução.

O CC Cultura material nas Américas (60h) realizará uma abordagem da diversidade da cultura material nas Américas com levantamento de algumas relações específicas com os artefatos, tecidas em diversas sociedades das Américas e especificamente na região Sul da Bahia. Trabalhará, ainda, sistemas de produção, consumo, conservação e perpetuação dos objetos; o corpo como artefato nas sociedades americanas; e coleções e museus.

Nos CCs Encontro com artistas (30h) e Encontro com artistas: curadoria (30h) estão previstos encontros organizados com artistas populares e mestres das comunidades tradicionais. Para completar a carga horária, o estudante pode, ainda, cursar os CCs Campo das Artes: Saberes e Práticas (60h) se já não o tiver feito durante a FG, além de algum CC oferecido por qualquer outro curso como CC Livre.

Por fim, quanto à gestão acadêmica da LI em Artes e suas Tecnologias, em caso de alguma dúvida ou queixa, os estudantes devem acionar seu Colegiado de Curso, órgão que tem por finalidade planejar, coordenar e supervisionar as atividades de ensino-aprendizagem de acordo com o Projeto Pedagógico do Curso (PPC).

 

 


UFSB Copyright 2015. UFSB - Universidade Federal do Sul da Bahia - Todos os direitos reservados. Google+