Portal do Governo Brasileiro
Informativo 26 – (16/01/2017)

         
O Informativo UFSB é uma produção quinzenal da Assessoria de Comunicação Social (ACS) da Universidade Federal do Sul da Bahia, com informações sobre o que acontece na Instituição, serviços e oportunidades.
 
Sugestões, dúvidas? Entre em contato conosco! acs@ufsb.edu.br

 

  • Reformas em andamento nos campi
  • Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-raciais foi aprovado pela Capes
  • PROGEAC divulgou calendário de reposição de atividades letivas para quadrimestre 2016.3
  • PROTIC entregou Sistema de Avaliação de Desempenho dos TAES à DGP
  • Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental, proposta conjunta do IFBA e da UFSB, recebeu autorização da Capes
  • EBI 2017 inicia no próximo dia 29/01 em Porto Seguro
  • Agenda
  • Documentos Oficiais Recentes

 
 

 

Reformas em andamento nos campi

A Diretoria de Infraestrutura da Pró-Reitoria de Planejamento e Administração (DINFRA/PROPA) informa que estão em execução reformas nos três campi da UFSB, através da contratação de empresa de engenharia, que sagrou-se vencedora do certame RDC 02/2016. 
 
As reformas incluem:
 
Campus Paulo Freire:
  • Laboratórios
  • Iluminação externa
  • Instalação de proteção contra descargas atmosféricas
  • Cobertura da circulação do pavilhão de aulas
Campus Sosígenes Costa
  • Laboratórios
  • Espaço de Leitura
  • Copa refeitório
Campus Jorge Amado
  • Instalação de plataforma elevatória na Reitoria

Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-raciais foi aprovado pela Capes

A  proposta do Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-Raciais (PPGER) foi aprovada pelo Conselho Técnico-Científico da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) com nota 3, indicando a autorização para o início das atividades. O resultado foi divulgado no site da fundação do Ministério da Educação (MEC). Na mesma reunião, o Conselho Técnico-Científico também aprovou o Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental, proposta conjunta do IFBA e da UFSB (acesse a planilha neste link).


O quarto PPG da universidade teve sua proposta construída pelos docentes integrantes do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB), que soma dez integrantes, além de duas professoras da UNEB e da UNILAB. A oferta inicial será de 20 vagas para alunos, e as atividades letivas ocorrerão no Campus Jorge Amado (Itabuna). O objetivo é promover a formação continuada em serviço para docentes de qualquer área na rede de Educação Básica (níveis Fundamental e Médio), capacitando-lhes para a atuação em espaços de educação formal e informal, tendo como eixo temático as questões de natureza teórico-metodológicas sobre etnicidades e racismos. O PPGER tem como área de concentração o Ensino de relações étnico raciais na perspectiva pós e decolonial, composta por duas linhas de pesquisa: 1. Pós-colonialidade e fundamentos das relações étnico raciais, e 2. Relações étnico raciais, interculturalidades e processos de ensino aprendizagem. O prazo para conclusão do curso é de 24 meses e o ingresso ocorrerá por meio de processo seletivo a ser divulgado posteriormente, para 20 vagas. O edital de seleção está em construção e mais informações a respeito serão divulgadas assim que possível.

 

Diferenciais do PPGER

 

Conforme apresentação enviada pela equipe do NEAB (neste link), o PPGER vai problematizar as políticas públicas de enfrentamento das práticas de racismo existentes em diversos contextos sociais, assim como as questões que tratam de etnicidades, relações de gênero, religiosidades e outros temas relacionados às práticas culturais de matriz africana e afro-indígena-brasileiras. Esse foco foi definido com vistas à promoção da reeducação das relações sociais no contexto da Educação Básica.
 
A equipe destaca que o documento final da Conferência Nacional da Educação (2010), ao recomendar a ampliação da oferta de cursos de extensão, especialização, mestrado e doutorado sobre as histórias e as culturas afro-indígena-brasileiras nas instituições de ensino superior público, é um dos amparos legais para a proposta. O diferencial e o pioneirismo em relação a outras iniciativas é o foco na área de Ensino, onde a especificidade do ensino por disciplinas ou interdisciplinas é hegemônica. O PPGER é o primeiro da UFSB a efetivamente a ter como objetivo contribuir com a formação docente.
 
Outro destaque da proposta é que o PPGER, além de adotar o sistema de cotas raciais e para pessoas com deficiência, tem também como prerrogativa as cotas para pessoas trans* (travestis, transexuais e transgênero). A proposta metodológica inclui componentes curriculares, processo de residência em serviço, pesquisa aplicada a ambientes educacionais formais e não formais, seminários temáticos com docentes visitantes e execução de produto educacional final.

PROGEAC divulga calendário de reposição de atividades letivas para quadrimestre 2016.3

Pró-Reitoria de Gestão Acadêmica (PROGEAC) divulgou nesta terça-feira (10) o calendário para a reposição das atividades letivas, referente à conclusão do quadrimestre 2016.3. A agenda de atividades letivas decorre de proposta acordada pela Comissão de Negociação e representantes das categorias da comunidade universitária e acolhida pela Reitoria, como informou o comunicado 01/2017.
 
O documento está publicado na guia “Estudante“, no menu superior do portal UFSB, e pode ser acessado neste link.
 
Além da indicação do período de reposição de aulas (de 30 de janeiro a 11 de março de 2017), o calendário expõe diretrizes e sugestões para as atividades letivas nos sábados, conforme a Diretoria de Ensino-Aprendizagem (DEA). Aos docentes, orienta-se que não programem avaliações que impliquem em participação síncrona obrigatória, presencial ou metapresencial, em atividades ocorridas aos sábados. Já os discentes não devem deixar de participar das atividades programadas aos/para os sábados, mesmo que de forma assíncrona ou metapresencial.

PROTIC entrega Sistema de Avaliação de Desempenho dos TAES


A equipe de Sistemas da Pró-Reitoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (PROTIC) entregou à DGP o Sistema de Avaliação de Desempenho TAE no dia 6 de janeiro.
 
O sistema tem como objetivo garantir a eficiência das Avaliações de Desempenho que comporão os processos de Estágio Probatório e Progressão por Mérito dos servidores técnicos-administrativos. Sua utilização é destinada à Coordenação de Desenvolvimento da Diretoria de Gestão de Pessoas. Suas principais funcionalidades são:
 
  • Permite criar e gerenciar processos de avaliação;
  • Identifica automaticamente os servidores aptos a realizar avaliação de desempenho;
  • Disponibiliza a Ficha de Avaliação;
  • Disponibiliza mecanismos para indicação de um terceiro servidor para avaliação;
  • Identifica automaticamente a chefia Imediata do servidor avaliado, e permite que o mesmo indique suas chefias anteriores caso possua;
  • Calcula a média das notas das avaliações, e caso exista chefia anterior a nota da chefia é calculada como a média das notas de todos os chefes (chefe imediato mais chefias anteriores);
  • Disponibiliza Ficha para Avaliação do Ambiente de Trabalho;
  • Possui um mecanismo para confirmar as avaliações, esta confirmação só ocorre após todos os avaliadores preencherem devidamente as suas respectivas fichas de avaliação;
  • Permite que os servidores visualizem a pontuação de avaliações confirmadas;
  • Envia emails para os servidores informando:

    • Abertura do período de avaliação
    • O servidor foi indicado para avaliação como par
    • O servidor foi indicado para avaliação como chefia imediata 
    • O servidor foi indicado para avaliação como chefia anterior
    • Faltam 5(cinco) dias para encerrar o período de avaliação
    • Está disponível a confirmação conjunta da avaliação
  • Permite gerenciar os perfis dos usuários;
  • Geração de relatórios.

Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental, proposta conjunta do IFBA e da UFSB, recebeu autorização da Capes

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) construíram uma proposta conjunta de mestrado acadêmico que foi aprovada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Com nota final 3, o PPG em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPG-CTA) está autorizado a iniciar as atividades, conforme resultados divulgados no dia 5 no site da Capes. Na mesma reunião, o Conselho Técnico-Científico também aprovou a proposta institucional do Mestrado Profissional em Ensino e Relações Étnico-Raciais (acesse a planilha neste link).
 
O professor Nadson Ressyé Simões, docente no Campus Sosígenes Costa (Porto Seguro) da UFSB e um dos proponentes do PPG, informou que as próximas etapas são a instituição do colegiado, o reconhecimento das duas instituições e o lançamento do edital de seleção de alunos. Esses próximos passos devem ter datas definidas em breve.
 
O PPG terá concentração em Ciências e Tecnologias Ambientais, com três linhas de pesquisa: a) Estudos dos Sistemas Naturais; b) Gestão, Política e Manejo Ambiental; e c) Tecnologia Ambiental. A oferta será de 20 vagas para mestrandos. Portadores de diploma em diversas áreas ligadas à temática ambiental poderão se inscrever para a seleção.
 
As áreas de atuação do PPG são a biodiversidade, conservação, políticas, gestão, manejo e tecnologias ambientais. Como a oferta do curso é uma parceria entre o IFBA e a UFSB, as aulas e demais atividades serão realizadas nas dependências das duas instituições. Isso permite a otimização dos recursos públicos, afirmou o professor Nadson Simões. Após a definição do colegiado e do processo seletivo, dentre outros preparativos, IFBA e UFSB, por meio da equipe do PPG, vão informar os contatos e o website do curso, bem como outras informações pertinentes.
 
O Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental vai “formar recursos humanos qualificados para atuarem em pesquisa, gestão e manejo ambiental visando a sustentabilidade e a saúde ambiental do Bioma Mata Atlântica e regiões marinhas e costeiras adjacentes”, explicou o professor Simões. O intuito é que profissionais de diferentes ramos do conhecimento trabalhem com inovação de ideias e implementação de políticas e tecnologias para resolver os problemas ambientais da região.

EBI 2017 inicia no próximo dia 29/01 em Porto Seguro

 
Entre os dias 29 de janeiro e 03 fevereiro, acontecerá o XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia (EBI) no Campus Sosígenes Costa, em Porto Seguro. Escolhida para sediar o evento, a UFSB será o espaço para o evento que se propõe a ser um espaço de debate e reflexões sobre temas atuais da Ictiologia, ramo da zoologia, ou ciência dos animais, que estuda os peixes.
 
O evento conta com uma programação recheada de atividades, como mesas-redondas, workshops, palestras e simpósios. Temas como Cavalos-marinhos, Ecologia, Evolução e Conservação de Peixes Recifais Brasileiros, Biodiversidade de Peixes Marinhos Brasileiros, Lista de Espécies Ameaçadas de Peixes, e Reprodução de peixes são alguns dos temas a serem abordados.
 
Para conhecer os palestrantes e ver a programação completa, acesse o site do EBI 2017 ou sua página no Facebook

 

 

 

AGENDA

XXII Encontro Brasileiro de Ictiologia – EBI 2017
Quando: de 29/01 a 3/02
Onde: Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro
 

 

DOCUMENTOS OFICIAIS RECENTES

Boletins de Serviço

 

 

Editais

 
 
 

 

Portarias

Resoluções

 
 

Visite nossa página no Portal UFSB, clicando na assinatura abaixo. Conheça nossos serviços!
 

          
 
 
 
UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA
Campus Jorge Amado, Rua Itabuna, s/n, Rod. Ilhéus-Vitória da Conquista, km 39, BR 415,
Ferradas, Itabuna, Bahia. Fones: 73 3616-3180 / 3380
 
 

 




UFSB Copyright 2015. UFSB - Universidade Federal do Sul da Bahia - Todos os direitos reservados. Google+