Portal do Governo Brasileiro
Bacharelado Interdisciplinar em Artes

Sobre o BI em Artes

O BI em Artes é um curso de graduação pleno cujo objetivo é oferecer formação geral no campo das Artes, de modo interdisciplinar, interprofissional e intercultural, tomando este campo como solo para a construção de uma cultura humanística, artística e científica ampla, contemporânea, sensível, atenta às práticas comunitárias, sócio e ambientalmente responsável.

Ao não tomar as Artes ao interior dos domínios traçados por tradições hegemônicas, a UFSB coloca- se na contramão de movimentos que preconizam ensino especializado e isolado em escolas de Dança, Música, Teatro e Artes Plásticas. Também a Literatura, por meio do conceito de Artes Verbais, retorna ao Campo das Artes pois é, para nós, um dos pilares das práticas artísticas em tradições de matrizes ameríndias, africanas e indo-europeias.

Ao se buscar tratar as Artes como um campo contínuo de saberes e práticas, optou-se por deixar ao estudante, sob supervisão, a escolha livre do seu percurso e, portanto, o BI em Artes não oferecerá a opção de Áreas de Concentração a priori. Acredita-se que, desta forma, a formação interdisciplinar e intercultural em Artes poderá alcançar de modo mais potente e decisivo seu papel na construção da cidadania e na emancipação dos sujeitos.

Entretanto, caso deseje, o graduando poderá postular, no final do BI, uma área de concentração singularizada, configurando uma etapa de “destinação individual”. Se o conjunto de componentes curriculares cursados mostrar-se coerente, vale dizer, demonstrar lógica interna, configurando um campo específico de saberes ou de práticas, e se o Colegiado considerar apropriado, poderá ser validada uma Área de Concentração singular, a ser apensada ao grau acadêmico de Bacharel em Artes.

Grande Área

Com 1.500 horas-aula (100 créditos), a carga horária da Formação Específica (FE) do BI em Artes distribui-se da seguinte forma:

1. Práticas compartilhadas em Ateliês de práticas artísticas: 400h;
2. Componentes Obrigatórios da Área de Artes: 180h;
3. Componentes Optativos da Área de Artes: 540h;
4. Componentes Livres: 240h;
5. Atividades Complementares: 200h.

Como se vê, o curso do BI em Artes propõe uma série de Práticas Compartilhadas em Ateliês, contando 400h curriculares. Não se trata de conformar um espaço de demonstração, nem da prática comum em escolas de artes que consiste em fazer com que o estudante copie o modelo e aprenda a imitar para depois adquirir, como num passe de mágica, o “dom de criar”, mas de promover a experiência e experimentação dos estudantes sob orientação.

Além desses CCPs em Ateliês, apenas três CCs são obrigatórios, sendo que apenas um é de escolha única: Cinema e Alteridade nas Américas (60h). Nos outros dois casos, o estudante escolhe entre Processos de Criação e Ensino-Aprendizagem em Artes (60h) ou Arte, Comunidades e Espacialidades (60h); e entre Estéticas dos Povos Originários das Américas (60h) ou Estéticas Negrodescendentes (60h).

Além disso, o estudante deve cursar o CC Oficina de Textos em Língua Inglesa aplicados às Artes (60h) e outras 480 horas entre CCs de escolha mais ampla, totalizando 540 horas de CCs Optativos, organizados em três eixos transversais:

1) Poéticas nas Américas e dos povos negrodescendentes;
2) Modos de inventar, experimentar e aprender; e
3) Encontro com comunidades.

A partir de tal formação, o bacharel em Artes terá conhecimento das tradições, culturas, filosofias e epistemologias dos povos presentes nas Américas em diálogo com as diversas proposições da arte contemporânea, podendo atuar:

1. Como artista, contará com um amplo universo de referências artísticas atualizadas por civilizações presentes em seu continente e será provocado pelo debate das proposições contemporâneas do campo das artes;
2. Como educador em sentido amplo, contribuirá para a educação estética por meio de um espectro amplo de mitologias, imaginários, narrativas, grafismos, movimentos, corporalidades, objetos, sabores, vestuários, línguas e sons;
3. Como gestor de políticas, estará capacitado a reconhecer a profundidade e o refinamento das expressões artísticas e culturais do Sul da Bahia, respondendo de forma ética e qualificada à demanda de todas as culturas.

Oferta 2015/3

Em 2014/3, foram oferecidas 90 vagas para acesso direto e, em 2015/3, em novo Edital, serão oferecidas outras 90 vagas para os estudantes da ABI, totalizando 180 vagas, sendo 30 novas vagas para cada campus universitário. O estudante que escolheu o BI em Artes estará convidado a construir o seu percurso nesse próximo quadrimestre-letivo a partir da seguinte matriz de oferta:

1. Oficina de Textos em Língua Inglesa aplicados às Artes (60h)
2. Estudo sobre corpo e movimento expressivo (30h)
3. Poéticas negrodescendentes (30h)
4. Cinema e Alteridade nas Américas (60h)
5. Ateliê de práticas artísticas (60h)
6. Cultura material nas Américas (60h)
7. Encontro com artistas (30h) e Encontro com artistas: curadoria (30h)
8. Campo das Artes: Saberes e Práticas (60h)

Dos oito CCs do eixo de formação específica que serão oferecidos neste 4º quadrimestre, três são obrigatórios: Cinema e Alteridade nas Américas; Ateliê de práticas artísticas; e Campo das Artes: Saberes e Práticas (60h), sendo que este último já foi, obrigatoriamente, cursado pelos estudantes que ingressaram diretamente no BI em Artes, embora possam não tê-lo sido ainda pelos estudantes que ingressaram na ABI.

No CC Cinema e Alteridade nas Américas (60h), o cinema é tomado não como uma linguagem artística ou como suporte, mas como instância ampla de experiência que possibilita aos povos ameríndios e outros povos nativos (australianos, siberianos, africanos) tornar visível algo antes invisível não apenas para problematizar os processos de invisibilização de suas memórias, mas para nos apresentar uma outra ontologia da imagem.

No CC Ateliê de práticas artísticas (60h), os estudantes trabalharão em ateliês coletivos, onde um projeto artístico individual será desenvolvido, ao mesmo tempo em que haverá encontros organizados com artistas populares e mestres das comunidades tradicionais nos CCs Encontro com artistas (30h) e Encontro com artistas: curadoria (30h), sendo estes optativos.

Quanto aos demais CCs Optativos de ampla escolha, serão também oferecidos neste 4o quadrimestre: Estudo sobre corpo e movimento expressivo (30h); Poéticas negrodescendentes (30h); e Cultura material nas Américas (60h).

No CC Estudo sobre corpo e movimento expressivo (30h) serão trabalhados movimento corporal e espacialização, e domínio do movimento expressivo 5 (percursos, ritimicidade, temporalidade, oposições expressivas, projeções no espaço, apropriação, exteriorização, adequação, ressonância, sequência, continuidade, reverberação), mas também memória e partitura corporal; e processos de agenciamento dos sujeitos em suas corporalidades na relação com o texto corporal: produção, invenção, execução.

No CC Poéticas negrodescendentes (30h), pretende-se realizar uma apropriação de elementos de culturas negrodescendentes como meio de afirmação identitária no campo artístico e/ou nas expressões espetaculares fundadas na tradição popular, no Brasil e na Diáspora negra.

O CC Cultura material nas Américas (60h) realizará uma abordagem da diversidade da cultura material nas Américas com levantamento de algumas relações específicas com os artefatos, tecidas em diversas sociedades das Américas e especificamente na região Sul da Bahia. Trabalhará, ainda, sistemas de produção, consumo, conservação e perpetuação dos objetos; o corpo como artefato nas sociedades americanas; e coleções e museus.

Para completar a carga horária, o estudante pode, ainda, cursar o CC Oficina de Textos em Língua Inglesa aplicados às Artes (60h), de escolha restrita, e algum CC oferecido por qualquer outro curso como CC Livre.

Por fim, quanto à gestão acadêmica do BI em Artes, em caso de alguma dúvida ou queixa, os estudantes devem acionar seu Colegiado de Curso, órgão que tem por finalidade planejar, coordenar e supervisionar as atividades de ensino-aprendizagem de acordo com os Projetos Pedagógicos dos Cursos (PPCs).


UFSB Copyright 2015. UFSB - Universidade Federal do Sul da Bahia - Todos os direitos reservados. Google+