setembro amarelo

Coordenação de Qualidade de Vida Prosis relatou resultados de campanha Setembro Amarelo e curso de primeiros socorros

14 de dezembro de 2017   //   Por:   //   Informativo

A Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social, por meio da Coordenação de Qualidade de Vida, relatou ao Conselho Universitário (Consuni) os resultados da atividade Não é besteira, é coisa séria!, desenvolvida no âmbito do Setembro Amarelo – Campanha de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio (clique aqui para acessar o relatório), realizado neste ano. A pauta integrou a agenda da reunião do dia 29 de novembro e foi exposta pela chefe do setor de Acessibilidade e Promoção da Saúde, enfermeira Camila Calhau.

A ação justificou-se pela necessidade de dar voz ao corpo discente da UFSB para a expressão de sentimentos, anseios, emoções e preocupações, de maneira inominada e livre de julgamentos e/ou críticas. Para isso, o SAPS desenvolveu um formulário GoogleDocs composto por dados de identificação simples: Campus em que estuda; curso em andamento e duas questões de pesquisa: “Conte-nos em uma linha: o que te causa sofrimento emocional no ambiente universitário?” e “conte-nos em uma linha: por que muitas vezes adoecemos (física e psicologicamente) quando estamos na universidade?”.

O formulário recebeu 214 respostas de estudantes dos três Campi e dos Colégios Universitários (CUNIs) da UFSB. A maior participação veio dos estudantes do Campus Sosígenes Costa (CSC) (33,6%), seguido do Campus Jorge Amado (CJA) (31,3%) e Campus Paulo Freire (CPF) (24,8%). Em relação aos cursos, destaca-se a participação dos discentes do Bacharelado Interdisciplinar de Saúde (BI de Saúde) (32,7%), da Área Básica de Ingresso (ABI) (26,6%) e do Bacharelado Interdisciplinar de Humanidades (BI de Humanidades) (14%).

As informações construídas foram organizadas em quatro categorias temáticas (1. Dimensão institucional, 2. Relação discente x discente, 3. Relação discente x docente, 4. Dimensão de idiossincrasias) e ultrapassaram o objetivo de uma ação pontual de promoção à saúde, apontou Camila Calhau, “pois permitiu a elaboração de um preocupante diagnóstico de sofrimento mental que, de maneira insidiosa e crescente, instala-se na comunidade discente da UFSB”.

Apesar da existência de uma Coordenação de Qualidade de Vida, e da oferta de atendimentos psicológicos nos três Campi, o cuidado com questões de saúde mental extrapola a capacidade de atuação dessas instâncias e exige a sensibilização de todos que compõem o ambiente universitário da UFSB. Espera-se que as informações construídas e apresentadas, aliadas às vivências do dia a dia, estimulem ressignificações e novas práticas de apoio, acolhimento e cuidado interpessoal dentro da comunidade acadêmica.

 

Segunda edição do Curso Básico de Primeiros Socorros

Entre os dias 01/12 e 08/12, o Setor de Acessibilidade e Promoção à Saúde (SAPS), da Coordenação de Qualidade de Vida da PROSIS, promoveu o II Curso Básico de Primeiros Socorros no Campus Jorge Amado (CJA). A atividade disponibilizou 40 vagas para servidores, estudantes, terceirizados da UFSB e comunidade externa (soldados do Corpo de Bombeiros).  Ao longo dos seis dias de curso, dentre os diversos temas abordados, os participantes foram instruídos quanto às manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP), uso do desfibrilador externo automático (DEA) e o que fazer em situações de picadas de animais peçonhentos, afogamentos e fraturas, por exemplo. Os instrutores foram convidados do 4º Grupamento de Bombeiros Militares (4ºGBM) (Subtenente André Luíz Azevedo) e do SAMU 192 de Itabuna (Enf. Dr. Fabrício Bastos), que contruibuíram com  muito conhecimento e profissionalismo.

Com informações por Camila Calhau