Foto PPF 03 (1)

Iº Fase do Projeto de Mobilidade Acadêmica Internacional – Projeto Paulo Freire

22 de novembro de 2017   //   Por:   //   Notícia

No dia 27 de setembro de 2017, membros  da Equipe Técnica do Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional/Projeto Paulo Freire/UFSB, mais 20 professores dos CIEs de Itabuna, Itamaraju e Porto Seguro, além do Prof. Robson Costa, representante da Secretaria de Educação do Estado da Bahia, foram recebidos, na primeira etapa do Projeto Paulo Freire, pela comitiva do país parceiro, Uruguai, composta por Ana Lopater- Diretora Geral do Centro de Formação em Educação do Uruguai, Gladys Marquisio Cilintano, Luis Garibaldi, María Dibarboure, Edison Torres, Martina Lejtreger, Fernando Pesce e Gustavo Klein, todos membros do Centro de Formação em Educação/Administração Nacional de Educação Pública – CFE/ANEP.

 

Foto PPF 01

 

A comitiva brasileira permaneceu no país anfitrião até o dia 07 de outubro. Nesses dias, houve uma imersão na realidade nacional nos âmbitos educativo e cultural. Foram feitas visitas na Administración Nacional de Educación Pública (ANEP) e seus centros. Também houve visitação aos seguintes locais: Instituto de Perfeccionamiento y Estudios Superiores (IPES), Institutos Normales “María Stagnero de Munar y Joaquín R Saánchez” (IINN), Instituto Alfredo Vázquez Acevedo (IAVA),  Liceu de Tala (Escuela de Robótica y Educación), Escola de Jaureguiberry (Escuela Autosostenible), Pólo Educativo y Tecnológico – Universidad del Trabajo del Uruguay – UTU Arrayanes, Escuela Superior de Alta Gastronomía en Punta del Este, Escuela St. Clare’s College, Instituto de Formación Docente de Maldonado – IFD Maldonado, Instituto de Perfeccionamiento y Estudios Superiores – IPES,  Museo Pedagógico José Pedro Varela, Museo de la Casa de Gobierno Palácio Estevez, Liceu Nº 34 – Rafaela Villagrán de Artigas, Centro de Estudios Fundación Ceibal – CEIBAL/LATU, Instituto Nacional de Evaluación Educativa –   INEEd e Instituto Normal de Enseñanza Técnica – INET. Tais vivências e encontros oportunizaram aos professores dos CIEs e à Equipe da UFSB conhecer práticas que estruturam a formação docente naquele país, bem como projetos educacionais inovadores. As experiências linguísticas, político-pedagógicas e culturais proporcionadas pelo intercâmbio no Uruguai radicaliza o modelo de formação docente da UFSB, que não só alia teoria à prática entre nossos licenciandos, como também, a partir da formação docente no cotidiano da escola nos CIEs, aposta na integração da universidade com a educação básica. 

 

Foto PPF 02

 

Durante o período de formação docente por imersão na história e cultura do Uruguai, a equipe da UFSB teve a oportunidade de apresentar a universidade, através não só de sua razão de ser institucional como e sobretudo das especificidades teóricas, metodológicas e estruturais. A apresentação ficou por conta da Coordenadora Geral do Projeto Paulo Freire de Mobilidade Acadêmica, professora Fabiana Lima, de Isabel Farias de Lima, integrante da comissão do Projeto Paulo Freire e das coordenadoras pedagógicas Danusia Lago, Gabriela Rodella de Oliveira e Maristela Midlej.

Como resultado frutífero desta parceria interinstitucional, a UFSB está recebendo o estudante uruguaio Jonathan Silveira, que cursa Formação Docente em Línguas Estrangeiras (Português). Ele chegou na universidade no dia 13 de novembro e ficará na Universidade por 45 dias.

 

Foto PPF 03 (1)

 

Na segunda etapa de intercâmbio do Projeto Paulo Freire, que ocorrerá entre os meses de março e abril de 2018, 40 estudantes das Licenciaturas Interdisciplinares realizarão intercâmbio no Uruguai.

 

  • Texto e fotos: Isabel Lima