Ecolog Jairo

UFSB firma parceria com a ECOLOG Ambiental para ser ponto de coleta de resíduos eletroeletrônicos no CJA

15 de março de 2017   //   Por:   //   Notícia

Nessa segunda (13), o grupo ECOTIME do Campus CJA visitou a ECOLOG Ambiental, em Ilhéus, com a finalidade de conhecer como tem sido o processo de coleta e gerenciamento de resíduos eletroeletrônicos, e buscar informações para implantação da coleta dos resíduos eletroeletrônico no Campus.

A ECOLOG é uma empresa privada, que visa perpetuar a vida útil destes materiais, dando-lhes outra finalidade. Hoje, a empresa conta com 3 funcionários, que tenta pôr em prática o conceito de Logística Reversa, que compreende a coleta e restituição de resíduos sólidos.

No geral, os produtos eletroeletrônicos são classificados em três linhas: Linha Verde: microcomputadores, notebooks, celulares, tabletes; Linha Marrom: TV, monitor de LED/LCD, produtos de áudio, DVD/VHS; Linha Azul: Batedeiras, ferro elétrico, liquidificador.

De acordo com a equipe da empresa, o processo de gestão dos resíduos que eles recebem é realizado por etapas: primeiro, é feito um acondicionamento dos mesmos, seguindo um processo de pesagem e triagem. Em seguida, desmontam-se e separam-se os componentes classificando-os em metais ferrosos e não ferrosos, plásticos, placas eletrônicas, fios, cabos entre outros. Logo após a separação, é feita a pesagem final e armazenagem temporária para depois ser destinados a empresas recicladoras e de compra de matéria prima. É importante ressaltar que é produzido um relatório que consta todo o processo.

Na conversa entre os participantes, discutiu-se a necessidade de mudanças de hábitos da população em relação ao comportamento que culmina com a degradação do meio ambiente, por meio da inconsciência da finidade da natureza. Foi ressaltado, nesse momento, o trabalho de conscientização realizado pela ECOLOG, com palestras pela região a respeito da importância de seu papel, do papel das pessoas do poder público, dos fabricantes e vendedores, na reciclagem do que para muitos seria um lixo a ser jogado fora.

Para o proprietário da empresa, a falta de fiscalização do poder público ou da própria população é um grande problema, já que se tornou comum a impunidade para atos irresponsáveis, culminando na finalidade inadequada de um resíduo.

Para finalizar o encontro, foi estabelecida uma parceria entre o ECOTIME e a ECOLOG Ambiental. Dessa forma, a UFSB será um ponto de coleta de resíduos eletroeletrônicos, recebendo da empresa coletores confeccionados em cores azul, marrom e verde, representando a classificação de cada linha de coleta. O objetivo é repassar estas informações ao público universitário para que o mesmo leve ao campus estes resíduos, que serão destinados à empresa, bem como despertar o espírito de preservação e conservação por meio de ações simples como o destino correto destes produtos.