195A8587

Sistema de Difusão do Conhecimento da UFSB começa a ser delineado nos três Campi

15 de setembro de 2016   //   Por:   //   Notícias

O Sistema de Difusão do Conhecimento começa a ser delineado nos três Campi da UFSB, com a participação da comunidade acadêmica que organizou o espaço com estantes e livros que a UFSB recebeu de doação de particulares e professores da casa, enriquecendo o acervo nas mais variadas áreas do conhecimento.


A primeira etapa para aquisição de material bibliográfico e especial já está em processamento. O livro didático será, nesse primeiro momento, a prioridade, e teve sua bibliografia básica formulada pelos professores da UFSB.  Em uma ação paralela, foi lançada a Campanha de Doação de livros, DVDs e CD-ROMs para o novo acervo.

Dentre as doações já recebidas, destaque para a grandiosa Coleção do Professor Roberto Albergaria, antropólogo, Professor da UFBA, que, após seu falecimento, teve sua Biblioteca e seu Arquivo Pessoal de Pesquisa doados pela família à UFSB.  Outra grande doação é a da biblioteca da Profrofessora Maria do Carmo Santos Domite, da Faculdade de Educação da USP. Os livros são, em sua maioria, das áreas de Educação Educação Matemática.

Estudantes envolvidos no processo

Para organizar esse espaço, uma média de 60 estudantes, 20 em cada campus, voluntariaram-se e estão sendo capacitados a cuidar do livro impresso e a conhecê-lo como veículo de informação. Com essa ação, eles poderão participar do cotidiano da Biblioteca e irão “aprender fazendo” como bolsistas monitores. Cada campus terá 4 bolsistas que se revezarão.

A estudante e voluntária Rosângela Malheiro afirma: “ Apesar da utilização frequente de livros digitais em nossas atividades acadêmicas, a biblioteca da UFSB será um espaço de fonte de informação para a pesquisa, ensino e extensão aberta à comunidade em geral. Dessa forma, participar como voluntário desse processo significa contribuir para a concretização desse ideal coletivo”. Ela ainda enfatiza que essa é uma ação significativa, já que dá oportunidade para maior união entre os acadêmicos e, como ela mesma diz, “reforça a sensação de pertencimento e valorização do espaço que é nosso”.