o aluno Uallas está sentado à direita de uma grande tela de tv, na qual estão aparecendo as palavras captadas pela lupa eletrônica

Salas de recursos multifuncionais serão instaladas nos campi

24 de agosto de 2016   //   Por:   //   Notícia

Para se preparar e oferecer uma experiência inclusiva a alunos com deficiência, a Universidade Federal do Sul da Bahia iniciou a instalação de salas dotadas de tecnologias assistivas. Chamadas de Salas de Recursos Multifuncionais, essas áreas estarão disponíveis nos três campi.

Nesta quarta-feira (24), a equipe do setor de Acessibilidade e Promoção à Saúde, ligada à coordenação de Qualidade de Vida e à Diretoria de Assuntos Comunitários e Estudantis da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (PROSIS), finalizou a preparação da sala no Campus Jorge Amado, em Itabuna, dando início ao uso dos equipamentos. O intuito é se preparar para receber e incluir alunos com deficiência, fazendo o possível para que eles tenham acesso ao conhecimento e ao desenvolvimento intelectual e acadêmico.

Conforme o coordenador de Qualidade de Vida, Jorge Luiz Santos Guimarães, cada campus terá um espaço com os mesmos recursos disponíveis. Inicialmente, as salas estarão dotadas de computadores nos quais estarão instalados os softwares Dos-Vox e NVDA, criados para permitir que pessoas com deficiência visual possam usar computadores com base em instruções sonoras. Além dos aplicativos, as salas contarão com um escâner de voz, no qual o usuário pode digitalizar uma página de livro  para que o software de voz faça a leitura. Outro equipamento presente é um vídeo ampliador, ou lupa eletrônica, que gera uma imagem ampliada de uma página para uma tela, conforme o usuário movimenta a lupa, similar no manuseio ao já conhecido mouse de computador. Ambos os equipamentos já haviam sido expostos pela UFSB durante a 68ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC 2016), em Porto Seguro.

O aluno Uallas Macêdo, que tem baixa visão, foi convidado a conferir a sala. Segundo ele, enquanto o Dos-Vox é como um sistema operacional específico, o NVDA fornece a informação sonora dos elementos exibidos na tela, sem alterar a interface gráfica.

Os mesmos equipamentos já foram adquiridos pela UFSB e distribuídos nos campi Paulo Freire (Teixeira de Freitas) e Sosígenes Costa (Porto Seguro). A preparação das salas e a instalação dos equipamentos deve ser feita em breve, afirma Jorge Guimarães. A inclusão de recursos voltados para alunos com deficiência auditiva está sendo pesquisada, para futura aquisição.