195A6748

Reitor da UFSB apresenta Complexo Integrado de Porto Seguro

6 de julho de 2016   //   Por:   //   Notícia

Na manhã da última segunda-feira (04), o Complexo Integrado de Porto Seguro recebeu a visita do Reitor da UFSB, Naomar Almeida, e de seus convidados: Paulo Barone, Secretário de Educação Superior; Sibá Machado, Deputado Federal; Luiz Roberto Curi, Membro do Conselho Nacional de Educação; e Cláudia Oliveira, Prefeita de Porto Seguro. A visita teve como objetivo a apresentação do Complexo Integrado de Porto Seguro.

Os Complexos Integrados (CIEs) são Centros que reúnem ensino superior, formação docente e cogestão de escolas de ensino médio e ensino noturno, mediante forte ligação das práticas pedagógicas neles realizadas com a formação de professores na UFSB, em suas Licenciaturas Interdisciplinares. Dessa forma, a gestão administrativa permanece sob responsabilidade da Secretaria de Educação. Já Gestão das práticas pedagógicas, passa a ser compartilhada e assessorada pela UFSB. A proposta foi elaborada pelos docentes Álamo Pimentel, Daniel Puig, Denise Coutinho e colaboradores da UFSB.

Naomar Almeida iniciou a apresentação explicando que a ideia dos CIEs surgiu após solicitação dos diretores dos Colégios Universitários (CUNIs) em que a UFSB atua. O objetivo era que Universidade fosse capaz de ir além do âmbito da Educação Superior e conseguisse influenciar positivamente também na Educação Básica desses estudantes. O Reitor salientou que a proposta foi construída com as comunidades das escolas de forma participativa e democrática. 

O diretor do Complexo, Caetano  Sacramento, relembrou o passado da Escola: falta de estrutura, organização e alunos e professores desanimados. Ele afirma que a vinda da UFSB para dentro da sua escola foi um sonho, principalmente para todos aqueles que não tinham perspectiva de estudar em uma Universidade Federal.

Pais, alunos e professores do Colégio fizeram depoimentos emocionantes. A mãe de um aluno, admitiu que sentia medo em deixar o filho estudar no antigo colégio e que com a mudança, ela é mais uma entusiasta do projeto considerado de sucesso.

Letícia Enéas, aluna e líder de classe, fez um depoimento bem-humorado. Ela afirmou que tinha receio no começo da implantação do projeto e ainda brincava “Se meio já é ruim, imagine inteiro”, comentando sobre o método Integral do Complexo.   Mas, que com o desenvolver do projeto, ela se viu deslumbrada pelo novo local de aprendizagem. Hoje, ela admite que considera o Colégio sua segunda casa, e que o novo método a fez ter mais responsabilidade e aguçou seu senso de união e integração.

A professora Ione sintetizou o sentimento em relação ao Colégio e à UFSB,  ao falar: “Estamos ligados por todos os lados. Há um fio que une aqueles que se encontram. Pode esticar-se ou emaranhar-se, mas, partir-se, jamais”. Demonstrando a força e o entrosamento entre as equipes.

Os Complexos Integrados já foram implantados em Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju. A previsão é de que haja a sua expansão em breve para os demais locais em que a UFSB já está instalada.